quarta-feira, 30 de novembro de 2016

A favor...

Sou católica. Aceito que a minha vida só Deus tem o poder de lhe por fim. Mas esse poder reconheço-lho sobre a minha vida, que acredito nele e estarei disposta a sofrer até ao fim.
No entanto, enquanto ser humano, além de respeitar aqueles que não acreditam em Deus algum e, portanto, não têm quaisquer entraves de ordem religiosa, respeito o direito que cada homem e cada mulher têm a ter uma morte digna, a partir antes de caírem na degradação total ou num sofrimento insuportável.
Por isso, agora que o parlamento vai discutir a eutanásia ou o suicídio assistido, espero que sejam corajosos o suficiente para tornar tais práticas legais.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

E chegou...

Já que há precisamente uma semana me esqueci de festejar o aniversário do blog, não posso, hoje, dia em que começa o advento, deixar de assinalar o começo da contagem decrescente para o Natal, pondo o template de acordo com a época.
Adoro o Natal, sou viciada no Natal Mas, curiosamente, apenas desde que sou mãe. Ah, e também o era em menina...Não faço a mínima ideia do que vou oferecer ao povo aqui de casa (sim, porque para que conste, só dou presentes às filhotas, marido, pais e 2 amigas especiais), mas tudo se há-de resolver.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Será isto???

Ao ler as notícias sobre adolescentes que, pelo menos desde segunda feira, esperam pela noite de hoje, ao frio e à chuva, para o concerto do Justin  Bieber, pergunto-me, como mãe de uma pré-adolescente, se é este o capítulo que se segue na minha vida.
Pergunto-me que "guerras" e birras irão surgir, porque, ou eu e o pai enlouquecemos (e aí a explicação está na loucura), ou só por cima dos nossos cadáveres, alguma das nossas filhas se sujeitará (por mais fabuloso que seja o artista) a tais condições climatéricas, desconforto e mais, faltar a aulas a testes, por causa de um espectáculo.
Liberdade, tolerância: sim. Ser cúmplice e permitir loucuras: não.


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

E aí vem ela...

Como vem sendo hábito por esta altura, amanhã lá vem a amiga (não digo nossa porque ignoro-a completamente) Black Friday. Dia de loucura em Shoppings e grandes superfícies, se bem que alguns, em desespero de causa ou aproveitamento da mesma, já iniciaram a "Friday" na "Monday".
Seja como for, e como não sou muito dada a ajuntamentos, as multidões fazem-me falta de ar e pulsação acelerada, conto ficar no sossego da minha casa, eventualmente, aproveitando dos descontos em compras on line, isto se as páginas não "bugarem" , como diz a minha Mini mais nova.


quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Se calhar...

Pergunta-me a Sapo se já pensei em aprender mandarim...pois, considerando que o inglês já não é a língua mais falada no mundo, que o mandarim o supera e considerando que os chineses estão a tomar conta da economia toda...talvez não fosse má ideia...Um caso a ponderar!




segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Sem história...

Confesso que não entendo tanto frenesim à volta do livro da Cristina Ferreira e das revelações que fez. Pôr nas livrarias um livro sobre a sua vida qualquer um faz, até a Dolores Aveiro o fez.
Dizer que foi vítima de assédio sexual não é nada de escandaloso. Se foi ou não foi, não sei. Se foi não me espanto, tendo em conta o meio em que se move. Se não foi e o diz, não me espanta tendo em conta a finalidade do livro: vender.
Quem me segue, sabe que não simpatizo particularmente com ela, sobretudo na sua forma de estar e agir em televisão. Mas reconheço-lhe valor. Tem obra.
Quanto ao livro... e ao frenesim, volto a dizer, é uma coisa sem sumo, sem história. Não pretendo gastar nem um cêntimo com o mesmo.

domingo, 20 de novembro de 2016

E, pronto!!

Mais um fim de semana passou...mais uma semana para começar. Desta vez, com a animação de pensar que a Mixórdia de Temáticas volta às Manhãs da Comercial...Bem sei, bem sei, que não é nenhum grande acontecimento, mas sou uma fã incondicional do Ricardo Araújo Pereira, ou não me conseguisse ele tirar gargalhadas como ninguém!