A sério???

quinta-feira, 31 de março de 2016
Uma publicação, que adquiro com alguma frequência, traz um artigo sobre um assunto que me fez parar e pensar que, realmente, às vezes se enchem as publicações de temas e estudos mais que conhecidos por toda a gente. Fazem de coisas que são do senso comum, coisas que parecem grandes descobertas mundiais.
Diz o artigo que o sucesso se deve mais ao esforço e persistência que propriamente à inteligência, sendo que, por vezes, mesmo na escola, os alunos mais inteligentes não são os que melhores notas tiram.
Deu-me vontade de rir...basta olhar para a minha casa. O meu marido é muito mais inteligente que eu e nunca atingiu os meus resultados (eu sempre fui muito estudiosa e persistente); das minhas duas filhas, não é a mais inteligente (que segundo testes atinge um QI muitíssimo elevado) que tira melhores notas (é a que mais estuda).

19 comentários

  1. Isso vem dar razão a quem diz que o sucesso é feito de 99% de transpiração e 1% de inspiração.

    ResponderEliminar
  2. Provavelmente isso acontece porque as pessoas mais inteligentes tendem a "encostar-se" mais, pensando que bastam as suas capacidades para terem boas notas. No entanto é mesmo o trabalho árduo que produz frutos!

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente, parece que agora se caiu na banalidade de fazer estudos por tudo e por nada

    ResponderEliminar
  4. Pela minha experiência, na escola e no mundo académico o esforço e a persistência contam até certo ponto. No curso que tirei, os esforçados com inteligência mediana tiravam boas notas até aos 17 valores, mas de 18 para cima só os mesmo inteligentes (com uma inteligência vocacionada para aquela área específica). Depois, no pós-faculdade, acho que o que conta não é a inteligência nem a persistência: é mais a esperteza (e não digo isto num sentido pejorativo, ser esperto é bom) e a capacidade de ser desenrascado.

    ResponderEliminar
  5. De nada interessa a matéria prima se não a trabalharmos :p
    Também conheço muitos casos assim.

    Temos passatempo a decorrer :)
    dontmakeusblush.blogspot.pt/2016/03/temos-um-novo-sorteio.html

    ResponderEliminar
  6. acho que é tudo uma combinacao de factores.. :) beijinho

    ResponderEliminar
  7. Com alguma coisa eles têm que encher as páginas.
    Já a mina avó dizia isso e não sabia uma letra do tamanho de um comboio como ela própria dizia.
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. É melhor os três
    ...para um sucesso a todos os níveis!

    ResponderEliminar
  9. Acredito, sempre acreditei no trabalho, no poder do empenhamento e do esforço.

    ResponderEliminar
  10. Como li algures no outro dia: "A escola não testa a nossa inteligência, mas sim a nossa memória". Bem verdade.

    ResponderEliminar
  11. Eu concordo um pouco com esse estudo! Bem vejo pelos alunos que vão seguindo, muitos são muito inteligentes mas como não se esforçam não obtém bons resultados...

    ResponderEliminar
  12. Essa conclusão eu podia ter tirado sem cobrar nada pelo estudo.
    Bfds

    ResponderEliminar
  13. Isso é tudo muito relativo e depende de cada pessoa. Conheço casos de pessoas que na escola eram bastante distraidos, tiravam más notas mas que depois vingaram bem na vida. Mas também conheço aqueles que eram bons alunos e não conseguem encontrar emprego e às vezes nem tentam. Enfim...mas concordo com o que dizes :)

    ResponderEliminar
  14. Lool tudo é relativo... Eles estudam muito!!

    Beijos, bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Dá que pensar...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Eu e o meu irmão do meio somos o exemplo disso. Eu sempre fui mais esforçada para alcançar as metas que queria. O meu irmão já vai com duas licenciaturas e dois mestrados e a caminho do doutoramento, mas a verdade é que eu estou melhor profissionalmente. Acho que é preferível ser comum, do que muito inteligente. O sentido prático destas pessoas esvai-se...

    ResponderEliminar
  17. Confirma-se. É tudo uma questão de esforço!

    ResponderEliminar