É preciso termos consciência...

segunda-feira, 23 de novembro de 2015
É natural que olhemos os muçulmanos de lado e que vejamos em cada um um potencial terrorista. Mas isto é o que o medo nos faz: tira-nos a lucidez, o discernimento. Por isso, precisamos de ter consciência disso e contrariar aquilo que possa ser institivo. Choca-me que na semana a seguir aos atentados de Paris, os crimes contra muçulmanos tenham aumentado em 300% no Reino Unido.
Temos de ser um bocadinho racionais e perceber que:
e não confundir uma minoria com o todo.

9 comentários

  1. Concordo. A religião (seja qual for) dá as directrizes, mas as pessoas é que as avaliam e as interpretam. E a interpretação errada é que leva a muitos radicalismos.
    Mas o pior de tudo é mesmo a ignorância e o medo. Estas duas juntas levam pessoas supostamente pacíficas a cometer actos não recomendáveis.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Obviamente há coisas que assustam e chocam, mas não será isso que me vai fazer perder a lucidez.

    ResponderEliminar
  3. A politica do olho por olho deixa todo o mundo cego.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  4. Concordo contigo. Mas parece que têm que pagar todos pelo que alguns fizeram. Não é assim, isso não é justiça, mas o medo e a irracionalidade estão a falar mais alto... :(

    ResponderEliminar
  5. Quando estive no Reino Unido fui um bocadinho mal tratada. As pessoas eram frias com olhar desconfiado e a uma dada altura quando estava na rua com os meus amigos da faculdade, passou um carro que nos atirou ovos. Felizmente não acertaram.
    Adoro o Reino Unido mas sinceramente fiquei mesmo com má imagem dos ingleses... e penso: se fizeram isso connosco que somos portugueses a estudar lá, fará o que fazem agora aos Muçulmanos.

    ResponderEliminar
  6. Não é preciso ir tão longe. Basta ler os comentários nos artigos publicados nos jornais online portugueses, para se ter a dimensão da... ia dizer crueldade, mas não acho que seja crueldade. É apenas estupidez, ignorância, défice de massa cinzenta.
    A pessoas que não têm sequer capacidade de gerir o cartão de crédito, como é que lhes podemos pedir que compreendam que a guerra e o ódio, toca a todos? Porque um dia pode-nos calhar a nós a mesma sorte destes refugiados.
    Acho vergonhosa a atitude de países oriundos do bloco de leste que antes da queda do muro se refugiaram do lado de cá e agora tenham uma falta de sensibilidade tão grande.
    Têm medo dos terroristas, mas os terroristas já cá estão. São portugueses, franceses, belgas, ingleses.. são europeus. A própria atitude de negar asilo a quem foge da guerra, é, de certo modo, um ato de terrorismo. Aquela extrema direita húngara, polaca, croata, é capaz de atos de terror iguais ou piores do que os tipos do estado islâmico. Deem-lhes a oportunidade e veremos quem é mais terrorista. :/

    ResponderEliminar
  7. Este caso acaba por ser complicado. Percebo perfeitamente e claro, a minoria não é o todo e muita gente se anda a aproveitar...

    Compreendo ambos os lados vá...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Eu estive no Reino Unido a semana passada e tive oportunidade de ver a variedade de culturas que existe ali. Mas já vivem assim há imenso tempo e a situação sempre se conseguiu manter minimamente pacífica. Acho que não podem passar a generalizar só porque anda um bando de extremistas a aterrorizar toda a gente. Por outro lado, Londres era uma das cidades que se falou que seriam as próximas a ser atacadas e o pessoal entrou em pânico. Não é justificação mas ainda assim...

    ResponderEliminar