Todos conhecem...

E a semana chega a meio...e com o meio um poema lindo de morrer que todos conhecem ou deviam conhecer.


Pedra Filosofal

Eles não sabem que o sonho 
é uma constante da vida 
tão concreta e definida 
como outra coisa qualquer, 
como esta pedra cinzenta 
em que me sento e descanso, 
como este ribeiro manso 
em serenos sobressaltos, 
como estes pinheiros altos 
que em verde e oiro se agitam, 
como estas aves que gritam 
em bebedeiras de azul. 

Eles não sabem que o sonho 
é vinho, é espuma, é fermento, 
bichinho álacre e sedento, 
de focinho pontiagudo, 
que fossa através de tudo 
num perpétuo movimento. 

Eles não sabem que o sonho 
é tela, é cor, é pincel, 
base, fuste, capitel, 
arco em ogiva, vitral, 
pináculo de catedral, 
contraponto, sinfonia, 
máscara grega, magia, 
que é retorta de alquimista, 
mapa do mundo distante, 
rosa-dos-ventos, Infante, 
caravela quinhentista, 
que é Cabo da Boa Esperança, 
ouro, canela, marfim, 
florete de espadachim, 
bastidor, passo de dança, 
Colombina e Arlequim, 
passarola voadora, 
pára-raios, locomotiva, 
barco de proa festiva, 
alto-forno, geradora, 
cisão do átomo, radar, 
ultra-som, televisão, 
desembarque em foguetão 
na superfície lunar. 

Eles não sabem, nem sonham, 
que o sonho comanda a vida. 
Que sempre que um homem sonha 
o mundo pula e avança 
como bola colorida 
entre as mãos de uma criança. 


António Gedeão, in 'Movimento Perpétuo' 



10 comentários

  1. Gosto imenso. Tanto que em 74, internada no hospital, por causa de uma cirurgia à barriga, que não tinha corrido muito bem, pedi alta só para ir a um espectáculo onde entre vários artistas ia o Manuel Freire cantar este poema. Infelizmente o concerto prolongou-se pela noite dentro,naquela época pós revolução em África, não havia obrigatoriedade de acabar à meia noite. O Manuel Freire foi o último, subiu ao palco, pouco antes das cinco da manhã, eu já estava quase a desmaiar. Duas horas depois fui internada de novo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Adoro o poema, e a música que é cantada por Manuel Freire!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, Maria
    Adoro ouvir esta musica, adoro mesmo. Parabéns pela escolha.

    Beijo e um dia feliz.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Foi o meu primeiro poema , estudei-o na escola e desde então fiquei apaixonada pela Pedra Filosofal :)
    beijos

    ResponderEliminar
  5. Uns não conhecem, outros fazem-se esquecidos e assim, de cimeira em cimeira, vamos dando cabo do mundo. :/

    ResponderEliminar
  6. Olá obrigada pela visita. Gosto do seu blog e vou seguir.
    Bjs.

    ResponderEliminar