Dia não...

Além de ser segunda feira, de ter ficado, mais uma vez separada dos meus pais, este dia é também, para mim um dia não, enquanto fã incondicional do controverso David Bowie.
Bem sei que era amado por uns e odiado por outros. Eu comecei a adorá-lo a primeira vez que ouvi Space Oddity, teria eu uns 15 anos. Felizmente, quando estava no Erasmus, em Itália, pude ir vê-lo ao vivo. Andava ansiosa por ouvir o novo album. O camaleão chegou ao fim da sua jornada. Para mim, em termos musicais é uma perda...mais um colhido pela doença terrível.


9 comentários

  1. Gostava dele!
    Paz à sua Alma!

    Para ti uma excelente semana. Beijinhos com carinho.

    ResponderEliminar
  2. Lamento a morte do 'camaleão do rock'. Que descanse em Paz.

    Tens, no meu blogue, um link que te 'oferece' todo o álbum, o último de David Bowie: 'Blackstar'.

    ResponderEliminar
  3. Aos poucos vão morrendo as nossas referências... :(

    ResponderEliminar
  4. É um estilo de música que não faz o meu género...
    Mas admito que tenha sido uma grande influência para a música rock e pop.

    ResponderEliminar
  5. Uma perda para o mundo da música. E até na morte conseguiu ser diferente, pois coincidência das coincidências, morreu dias depois de lançar o seu último álbum :(
    O verdadeiro camaleão, tanto na imagem como na música, sempre a reinventar-se.

    ResponderEliminar
  6. Lembro-me de ouvir algumas músicas do David Bowie quando era pequena porque os meus pais gostavam imenso. Entretanto, cresci e nunca mais acompanhei a carreira dele. Sou capaz de conhecer algumas músicas de ouvido, mas não era seguidora. No entanto, é uma mais uma grande perda para o mundo da música, mais um ícone que se vai cedo demais.

    ResponderEliminar
  7. Devo de ser a única pessoa que não era fã do David Bowie. Claro que cresci com ele mas nunca me puxou...

    ResponderEliminar
  8. Completamente. E hoje foram mais dois, do mesmo mal. O Alan Rickman tb com 69 anos e o marido da Celine Dion.

    ResponderEliminar