quinta-feira, 17 de março de 2016

Acontece muito...

Quantas e quantas vezes tiramos ilações dos comportamentos de outras pessoas sem as termos questionado directamente sobre determinado assunto? Quantas e quantas vezes fazemos os nossos juízos de valor com base em indícios, sem ter procurado uma resposta vinda directamente da fonte?
Por muitas vezes ter sido assim e ter errado nos meus julgamentos, hoje prefiro fazer figura de parva ou de metediça, mas perguntar directamente o que a pessoa quis dizer com determinada frase ou atitude. Nada melhor que ir ao cerne da questão.


17 comentários:

  1. não julgar antes de conhecer alguém, é o meu conselho :)

    http://trapeziovermelho.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Muitas as vezes acontece!

    Beijinhos de boa noite

    ResponderEliminar
  3. e quantas vezes criticamos a atitude de uma pessoa sem pensarmos nas coisas que essa pessoa pode já ter passado e que isso pode influenciar as suas atitudes mesmo sem ela dar por isso

    ResponderEliminar
  4. Fazemos isso tantas vezes. É erro comum...

    ResponderEliminar
  5. Daquelas coisas que são como as separações e só se ouve um dos lados. Normalmente ambos têm as suas razões...

    ResponderEliminar
  6. Todos os dias.
    Muitas vezes mais que uma vez por dia.
    E quando há ódios de estimação então.....
    Bfds

    ResponderEliminar
  7. é bem verdade...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Concordo.
    Mas existe um vírus cada vez mais comum quando se pergunta diretamente uma coisa a alguém. É essa pessoa desconversar e não dar uma resposta. Ou então garantir que «está tudo bem» mas mudar. WTF?

    ResponderEliminar
  9. Uma tendência tramada do ser humano! Às vezes, precisamos de um puxão de orelhas para acordar...!

    ResponderEliminar
  10. eu costumo dizer que o que não sabem sobre mim perguntem, não inventem...

    ResponderEliminar
  11. Muitas vezes! E nem é por mal... às vezes é quase instintivo. Mas o melhor mesmo é ir directo ao assunto em vez de SUPOR!

    ResponderEliminar
  12. Tenho tentado ser mais assim...ao invés de emprenhar pelos ouvidos!

    ResponderEliminar