terça-feira, 1 de março de 2016

Ai pode pode!!!

É tão engraçado pensar-se que, aos 40 anos, se nos apaixonarmos, viveremos um amor tranquilo, um enamoramento e sedução levados a cabo com a tranquilidade dos anos...E, depois, vermos pessoas ao nosso lado que nos mostram exactamente o contrário...que, seja com que idade for, o amor pode assolar-nos, deixar-nos sem respiração e com borboletas na barriga. Pode fazer-nos ter os comportamentos mais estranhos do mundo...mesmo quando já tivemos 3 filhos e a vida nos pregou com um grande desgosto de traição...É muito giro ver isso! Faz-me acreditar que o mundo rebola e gira e tudo pode acontecer.

7 comentários:

  1. Tão bonito! Sou da opinião que amor sem borboletas não vale a pena :)

    ResponderEliminar
  2. Isso é tão verdade.
    Sou uma testemunha disso mesmo.

    ResponderEliminar
  3. Curioso, quando penso penso em amor nunca penso em nada tranquilo, seja aos 20, 30 ou 40. Somos mais velhos aos 40 anos, sabemos o que queremos o que é uma grande vantagem, já não temos a mesma ingenuidade o que também joga a favor mas tranquilo? se for paixão nunca é tranquilo. E amor que não comece com uma grande paixão não é amor, e amizade. Felicidades para quem se apaixonada aos 40, 50 e 60, vale sempre a pena!

    Maggie

    ResponderEliminar
  4. A paixão e o amor são mesmo asdim. Adoro ver casais de idade avançada de mão dada e com ar apaixonado :)

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem que assim é, seja com idade que for. A idade apenas nos proporciona mais maturidade, mais inteligência emocional, mas paixão e amor sem borboletas e sorrisos parvos, não muito obrigado :) beijinho

    ResponderEliminar
  6. não tenho bem a certeza, mas acho que apaixonarmo-nos aos 40 renova nas pessoas a capacidade de não ter medo do ridículo . Que por sinal é uma das características que costumamos encontrar nas crianças.
    de qualquer forma sou a favor do AMORRRRR e acredito que as pessoas que sofrem desgostos do amor ficam ainda mais fortes.

    ResponderEliminar