Mal habituadas...

As pessoas (peões) estão tão habituadas (mal) a que os condutores não respeitem as passadeiras, fazendo de conta que não viram, que, incrivelmente, hoje, desde a escola da Minis até ao trabalho, parei em 4 passadeiras para deixar passar quem pretendia atravessar e fui brincada com inúmeros sorrisos e aceno de agradecimento...como senão tivesse feito mais que a minha obrigação.

11 comentários

  1. Existem pessoas educadas. Por acaso também agradeço. É um vício.
    Mas depois existem aqueles condutores que fazem de conta que não viram a passadeira. Lol

    Beijinho, Amiga!

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  2. A maioria dos condutores ignoram propositadamente as boas regras de civismo e regras do código.
    Um abraço e continuação de um bom dia.

    ResponderEliminar
  3. Em contrapartida, há outras que chegam à passadeira de phones nos ouvidos e olhos postos no smartphone e atravessam sem olhar, como se os condutores tivessem o dom da adivinhação e soubessem que aquele burro que vai ali no passeio, de costas para o trânsito, de repente vai atravessar...
    É isso e os velhos e coxos atravessarem fora das passadeira e na diagonal, que é para demorarem mais tempo. ahahahah

    ResponderEliminar
  4. Eu agradeço praticamente sempre quando param para eu passar nas passadeiras, e sim muitas das vezes é com um tanto ou quanto de admiração

    ResponderEliminar
  5. Eu agradeço sempre, enquanto peão e tento sempre parar nas passadeiras enquanto condutora!

    ResponderEliminar
  6. Eu sorrio sempre e agradeço, não por achar que não é a obrigação do condutor mas porque acho educado agradecer (e confesso que também gosto que me agradeçam quando sou eu a conduzir!).

    ResponderEliminar
  7. Olha que eu também paro sempre =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Geralmente também agradeço... engraçado que é algo quase que automático. Mas se calhar é mesmo porque muitas vezes os condutores não se dão ao trabalho de parar e quando algum para ficamos gratos ahahah. Bom bom era se parassem sempre que fosse seguro e os peões agradecessem na mesma.

    ResponderEliminar
  9. Já me aconteceu o mesmo enquanto conduzia e fiquei a pensar no mesmo que tu.. Enquanto peão, não tenho por hábito agradecer.

    ResponderEliminar
  10. Tiveste sorte de te agradecerem. Eu também agradeço sempre que param para eu passar, mas é raro ver alguém a fazer isso.

    ResponderEliminar