Uma coisa que ninguém sabe...

Vou aqui escrever, para que fique registado, porque ninguém o sabe, uma verdade absoluta e universal: o amor de mãe é o único que consegue verdadeiramente perdoar e esquecer, não beliscando as pequenas ou grandes desilusões que com que os nossos filhos nos possam presentear, o amor que sentimos por eles...
Isto, claro está, para quem é mesmo mãe de coração.
Pronto. já disse a minha verdade incontestável, da qual tenho experiência como filha e como mãe.

4 comentários

  1. E o de pai, não?
    Isso é discriminação. :/

    ResponderEliminar
  2. Não tenho a menor dúvida, mesmo sendo apenas filha...

    ResponderEliminar
  3. Há uns anos coloquei-me nessas filosofias. E embora ache tudo isso do amor de mãe, no fim de ter partido todos os ovos concluí que o amor incondicional é o de filho/as. O amor de uma criança por um progenitor é puro, inocente, incondicional. Existem excepções em casos extremos de dissociação de emoções maaaaas.... retirando esses que só mais tarde são diagnosticados.... Uma mãe, um pai, podem demorar a sentir conexão com os bebés mas o contrário não sem põe :D

    ResponderEliminar