segunda-feira, 11 de julho de 2016

Eu...

Eu que sempre acreditei...eu que vejo o CR7 como um verdadeiro capitão e que se entrega de corpo e alma à equipa, que sempre achei que o Fernando Santos era um visionário...eu que sofri, que rezei (sim rezei muitas vezes)...eu que levava uma bofetada cada vez que ouvia um português dizer mal e vir com a conversa de que ganham milhões e não fazem nada (e levei centenas ou talvez milhares ao longo deste campeonato), fico espantada com esta euforia toda. Com esta mania que todos têm de dizer que sempre acreditaram!!!
O que mais me custou neste Euro, foi a descrença dos portugueses nas suas capacidades da selecção e o constante criticar....
É preciso aprender a ter fé!!! Já me custa o tuga estar sempre a criticar o que é nosso!

Aqui fica a fotografia que me acompanhou neste Euro, desde o início, quando todos se riam do facto do Fernando Santos dizer que só voltava no dia de Hoje!

11 comentários:

  1. Eu só comecei a acreditar um bocadinho, depois de eliminarmos a Croácia.

    ResponderEliminar
  2. As pessoas são mesmo assim. Têm a memória curta demais. Tão depressa estão a enterrá-los como a seguir os elevam a santos :)

    ResponderEliminar
  3. Uma descrença que teve um sabor especial em muito coração!
    Boa noite

    ResponderEliminar
  4. Eu também sempre acreditei desde o inicio. Sempre disse que este era nosso e foi ;)

    Um beijinho, Maria

    ResponderEliminar
  5. Acreditei depois de ter visto o jogo contra o País de Gales, porque aí sim, jogámos!!

    ResponderEliminar
  6. Prometeu e cumpriu! Posso não ter concordado com muitas das opções que tomou, mas a verdade é que tudo o que ele fez foi pelo melhor da equipa.
    Estão de parabéns, que orgulho *.*

    ResponderEliminar
  7. Eu sou das que não acreditava até aos quartos!

    ResponderEliminar
  8. eu nem sempre acreditei, mas tinha alguma fé que ia resultar...

    ResponderEliminar
  9. Eu não tinha muita fé, mas a meio do europeu comecei a afirmar que assim de fininho nós íamos lá e vencíamos. Ora tufas!

    ResponderEliminar
  10. Confesso que falei algumas vezes mal, mas juro, que nunca mais o faço, depois a atitude dele mesmo lesionado o apoio que deu à equipa.

    Parabéns a todos nós e a ELES
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. O cepticismo misturado com a esperança faz parte do ADN português.
    Que a alegria geral te incomode é um pouco revelador.
    Apoias-te desde o início? Optimo.
    Mas não te faz melhor apoiante do que aqueles que começaram a acreditar para o finalzinho :)

    Embora não saiba que tipo de conversas derrotistas andaste a escutar.

    ResponderEliminar