Não me espanta particularmente...

segunda-feira, 10 de outubro de 2016
Anda um mundo de portugueses chocado com as reportagens que passaram na TVI sobre a retirada de crianças aos pais em Inglaterra. Confesso que não vi as reportagens. Apenas vi excertos, enquanto esperava pela vez da minha filha na dentista, num anúncio sobre a transmissão dessas mesmas reportagens.
O que vi deixou-me profundamente triste e revoltada. O que vi fez-me ficar com um nó na garganta, apesar de muito pouco ter visionado.
No entanto, não fiquei particularmente espantada. Se, num país como o nosso, em que a adopção é tratada por organismos oficiais, há imensos casos cuja necessidade de uso da mesma é absolutamente questionável...o que mais se poderia passar num país onde se resolveram criar agências privadas de adopção?
Se aqui tudo passa por um sistema público e ouvem-se, em surdina, comentários sobre interesses e negociatas, quando o que deveria estar em causa era tão só o superior interesse da criança, é de admirar que, num país em que há agências privadas de adopção, a mesma não seja mais que um grande negócio com manipulação de dados? Ou seja, um verdadeiro tráfico de meninos...

9 comentários

  1. http://www.fapex.pt/nioxin/intensive-treatment-cuidado-de-noite-para-queda-de-cabelo/

    ResponderEliminar
  2. Não sei do que falas mas em termos de agências de adoção, países como UK e USA não têm um sistema melhor que o nosso. O que eles têm dá muito aso a problemas. Existem "feiras" de crianças para adoptar.. a intenção pode ser boa, mas na prática.... E depois podem ser «devolvidas» se lhes acharem «defeito».... Estão a tornar as crianças num produto semelhante a um objecto, um boneco. Claro que não todos mas é o sistema que acaba por criar coisas assim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em Portugal a criança também pode ser devolvida, infelizmente acompanhei um caso desses!

      Maggie

      Eliminar
    2. «Choca-te» com este caso:
      https://www.youtube.com/watch?v=PLt6EASuiUc

      Vi à uns tempos, é americano e é absolutamente de pasmar. O raciocínio, a ambição e os "valores" do "casal" são aterradores. A responsável não queria que eles adoptassem, eles levaram a sua avante e pouco depois "devolveram" cada criança alegando que estavam possessas pelo demónio. Revoltante e perturbador, não tanto pela alegação, mas pelo tipo de patalogias que o casal exibe.

      Eliminar
  3. Tenho visto as reportagens completas. É de facto um horror. Mas já estou como tu dizes...Um verdadeiro tráfico ... É muito triste. Nem sei que diga, perante tanta coisa que ouvi. Enfim

    Um Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  4. Vi a reportagem na tvi e fiquei sem palavras mesmo . É triste que isso aconteça e que esteja a acontecer e ninguém sabe e ninguém faz nada.

    ResponderEliminar
  5. Depois de falar com mães que vivem e outras que já viveram em Inglaterra formei a minha opinião: é triste o que acontece a essas crianças sem duvida mas os pais a quem foram retiradas crianças estavam sinalizados. aqui sinaliza-se e não se faz nada, lá actua-se!
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Ouvi e meu coração balançou!
    Dar pra adoção só esgotadas todas as possibilidades!

    ResponderEliminar