terça-feira, 8 de novembro de 2016

Chocada!!!

Talvez por conhecer bem de perto esta realidade, talvez por ter vivido, em outros tempos muito menos exigentes é certo, a angústia do que é ter peso a mais. Talvez por ter uma filha mais ou menos com esta idade que, como pré-adolescente que é, tenta uniformizar-se com o aspecto das demais colegas, sofrendo por ter uns quilos em excesso. Por estes e por tantos "talvezes", esta imagem mexe comigo. Ela relata bem o culto do corpo perfeito que se impõe aos mais novos, muitos deles obrigados a participar em cursos de beleza contra a sua vontade.


 Sou o mais possível defensora de crianças saudáveis, tenho a obesidade infantil como um problema grave a combater, daí que tenha um cuidado extremo em tudo o que dou de comer às minhas filhas. No entanto, tenho a certeza que, com esta loucura do corpo perfeito que lhes é imposta, muitas meninas (e também meninos) sofrerão da mesma angústia da pequenina da foto!

16 comentários:

  1. Temos de ensinar os meninos e meninas a amarem-se e respeitarem-se. :/ Isto é triste.

    ResponderEliminar
  2. Pois é uma realidade triste mas como dizes a obesidade infantil é um problema grave que tem de ser resolvido...
    A minha sobrinha tem 10anos e pesa 70kg, o que me chocou e choca... Mas não sou mãe dela e há pouco que possa fazer, mesmo avisando a minha irmã. Ë certo que ela ficou assim depois de uma operação que envolveu a tiróide e não ajuda a manter o peso, mas a minha irmã não tem horários nem bons hábitos alimentares... Os meus pais bem tentam mas no dia-a-dia nada podem fazer e a minha irmã reage muito mal às chamadas de atenção...

    ResponderEliminar
  3. Bem.. Essa imagem é para lá de forte.
    Eu sofro de alguns complexos apesar da minha idade, mas quando o assunto são assim jovens, faz-me imensa confusão. Porque se deixam levar mesmo...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. O homem é um animal de excessos. Há setenta anos atrás, dizia-se que gordura era formosura, e a minha irmã que toda a vida foi muito magra, chorava, porque lhe chamavam espirra-canivetes.
    Hoje é o que é. Mão seria possível ficar-se pelo meio termo?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. É preciso trabalhar a auto estima e a auto confiança! E implementar boas rotinas alimentares.
    A imagem choca e é essa a ideia.

    ResponderEliminar
  6. É triste, até porque estamos numa sociedade em que nos é imposto e ensinado sermos daquele jeito para sermos perfeitos . Porém há que ensinar os mais pequenos que eles são perfeitos tal como são. Há que aceitar que somos todos diferentes e todos temos defeitos e qualidades.

    ResponderEliminar
  7. Meu Deus! Isto é forte demais!!...

    Beijos e um dia feliz

    ResponderEliminar
  8. A imagem é chocante e mete-me muito medo, pois tenho também duas filhas e uma delas tem a panca que é gorda! É uma adolescente trinca-espinhas. Tenho muito medo e receio mesmo

    ResponderEliminar
  9. A imagem é chocante mas, na minha opinião necessária, temos mesmo que ter cuidado para depois não andar em dietas de engorda. Penso a saúde emocional comanda tudo.Beijos

    ResponderEliminar
  10. Já tive uns quilinhos a mais na minha adolescência e sei o quanto sofremos caladas, acabando por gozar com a nossa própria situação para não sermos postas de parte! Infelizmente isso só tende a piorar...

    ResponderEliminar
  11. A imagem é mesmo chocante, e convém chocar para ver se as mentalidades mudam. Há muita pressão sobre um corpo magro (às vezes, demasiado magro), sobre beleza. A beleza está na diversidade, de cada um gostar de si mesmo como é. Chega de querer padronizar tudo.

    ResponderEliminar
  12. Tenho uma aluna anoréxica (em tratamento, claro) e há uns meses, um colega meu, com quase 30anos, também foi diagnosticado. Sinceramente acho que a sociedade é a grande culpada por todos estes (e muitos outros) distúrbios.

    ResponderEliminar