A tua liberdade?? E a minha???

Há 12 anos a morar no mesmo prédio não me posso queixar da vizinhança...e penso que nem eles de nós... Adoptamos todos uma postura de vive e deixa viver...
Daí que me esteja a custar um bocadinho fazer o que quer que seja, embora não saiba bem ainda o que fazer...
Há cerca meio ano que tenho vizinhos novos no andar de baixo...São muito simpáticos, não fazem barulho, mas, a meu ver, fumam como se não houvesse amanhã...e como têm uma menina pequena fumam na casa de banho do quarto. Por mim, poderiam fumar onde quisessem, desde que o fumo não invadisse a minha casa de banho e o meu quarto, através da ventilação. Consigo detectar quando estão ou não em casa, bastando-me ir ao meu quarto...é um cheiro intenso, nauseabundo...que se entranha em toalhas, na roupa de cama. Hoje acordei com uma enxaqueca brutal!
Há cerca de três meses, falei com eles alertando-os para o problema. Mostraram-se simpáticos, receptivos, mas continuaram exactamente na mesma.
Pelo que li em vários fóruns de condomínio, teremos de ser nós a comprar um extractor para fumo já que eles estão em propriedade deles.
Não quero comprar guerra nenhuma.
Bem sei que estão na sua casa e não lhes posso restringir a liberdade! Mas, e a nossa? O nosso bem estar e a saúde das minhas filhas?


18 comentários

  1. Que chato! O melhor será resolver sem guerras.

    ResponderEliminar
  2. É mesmo chato. Também moro no prédio e sei das chatices que os vizinhos causam. Mas o melhor mesmo é resolver as coisas sem guerras.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  3. Que chato! Nunca pensei que o fumo invadisse assim as outras casas! cá em casa não fumamos, nem sei se os vizinhos fumam! Onde eu moro é apenas o barulho que incomoda mesmo! beijinho

    ResponderEliminar
  4. É realmente muito aborrecido... :(
    Acho que deves voltar a falar com eles, há quem diga que "água mole em pedra dura..."
    Força! :)

    ResponderEliminar
  5. Caramba que aborrecido que é. Eu voltaria a falar com eles... com calma...

    ResponderEliminar
  6. É uma situação realmente chata :/

    ResponderEliminar
  7. Na sua situação voltaria a falar com eles. A bem e de forma a explicar que o problema se mantém. Não custa tentar!
    https://jusajublog.blogspot.pt/?m=1

    ResponderEliminar
  8. Pois, é muito chato e percebo o não quereres comprar nenhuma guerra. Mas tb penso que tens que ser tu a tratar disso, como leste :( o que é uma treta, porque o bom senso devia ser suficiente... pode ser que falando com eles novamente resolva...? Tenta ;)

    ResponderEliminar
  9. Ena que cena. Muito complicado. Nem sei como te vais livrar disso!

    Beijo
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  10. Epá é complicado mas se fosse no UK nem sequer era permitido fumarem no prédio, tinham que sair para fumar e acho que isso é o correcto, já para evitar esse tipo de coisas.

    Beijinhos,
    O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

    ResponderEliminar
  11. Situação chata mas sim, as liberdades, neste caso, entram em conflito o que não pode ser. Espero que tudo se resolva bem (porque eu também ia detestar que o fumo a tabaco me entrasse pelo quarto...).

    ResponderEliminar
  12. Que situação chata, vá lá que tens vizinhos que são compreensivos, acho que se fossem os meus estaria a comprar uma guerra :/

    ResponderEliminar
  13. Tenho vizinhos com atitudes menos corretas mas tento sempre apaziguar o relacionamento!!!
    Bj e cuidado pois nem sempre entendem o nosso ponto de vista

    ResponderEliminar
  14. Nem sabia que o fumo que existe num andar poderia passar para outra habitação no andar de cima. Sendo eu muito intolerável ao tabaco, também me iria provocar uma certa irritação. E não querendo comprar uma guerra, então talvez a solução seja mesmo comprar um extrator para fumo.

    ResponderEliminar
  15. Que situação chata, tenho a sorte de viver numa vivenda!

    ResponderEliminar
  16. Olha, boa, não fazia a mínima ideia.
    Em casa da minha mãe, o fumo do R/C também vai para o quarto dela.
    Realmente acho que não há nada a fazer. Eles estão na casa deles.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  17. Cresci a ouvir dizer que a minha liberdade termina onde começa a do outro... mas, sei que a grande maioria não respeita esta condição, e neste caso e porque vivo num prédio, sei que o ideal será mesmo comprar o aparelho, para não ter chatices... Mas havia de ser barulhento, como o do meu vizinho, sei sempre quando vai ao WC, era bem feito os fumadores acordarem com barulho do mesmo!! ahah

    ResponderEliminar
  18. Eles estão na sua casa...
    Tenho vizinhos ao lado que gostam de queimar coisas no jardim e de ir fumar para o quintal ou para o alpendre, sentando-se na divisória entre a minha e a casa deles. O fumo do cigarro sinto-o de imediato. Entra pela janela, mesmo estando fechada. Entra pelas frechas da porta da rua, por cada buraco. Estão a fumar na rua... para o fumo não lhes entrar em casa. Têm direito a isso. Eu só posso certificar-me que as minhas estão fechadas e esperar que terminem. Nada a fazer. Podia ser pior...

    ResponderEliminar