Ai o que eu gosto...

Sou duriense por nascimento e de coração...ribatejana por imposição da vida. 
Vivo nesta cidade há 17 anos, e, até há 6 anos nunca tinha ido a nenhuma das festas que aqui se faz. Certamente porque aqui as festas envolvem sempre largadas de touros e corridas à portuguesa e eu sou completamente contrária a estas actividades. Daí que, quer na festa de Julho, quer na festa de Outubro me fechasse em copas, nada desfrutasse e passasse os dias a dizer mal dos festejos.
Gosto muito, muito de uma bela romaria, de uma festa popular com carrosséis, carrinhos de choque, umas farturas e todas essas coisas inerentes. Mas, durante muito tempo, o meu fundamentalismo anti actividades tauromáquicas impedia-me de descer ao centro dos acontecimentos.
As minhas filhas odeiam touradas tanto quanto eu, mas dão tudo por uma voltinha no carrossel e ver barracas e barraquinhas (saíram nitidamente a mim). Quando cresceram, cientes da diversão que era lá no parque, junto à praça de touros, não descansaram enquanto não nos enfiaram lá a passar umas tardes.
Rendi-me completamente. Se a festa de Julho é touros e mais touros e, portanto, continua a ser um suplício para mim, a feira de Outubro é, agora, esperada por mim com alegria. Esqueço-me dos touros pelas ruas e lá vamos nós usufruir de tudo o que temos direito. Adoro ver as tendas com tachos (só lá é que encontrei um utensílio para fazer panquecas), com plantas (só lá e que costumo encontrar as minhas amadas alfazemas), e adoro compras as minhas colheres de pau na feira de Outubro (sim, não me rendo ao silicone).
E pronto, começa hoje, e estamos todos contentes, porque o nosso lado rústico e popular vai soltar-se até à exaustão. Para já vai um pão com chouriço!


3 comentários

  1. Faz sempre bem sair da rotina! Isso da largada de touros e afins, não. Mas de resto gosto de tudo. Faz bem ao ego e alivia o espírito. Divirtam-se

    Beijos
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Nessas festas eu adoro as barraquinhas de louça de barro. Nem compro nada, mas adoro ver. Touros também nem pensem em me convidar.

    ResponderEliminar
  3. Tenho para mim que somos da mesma zona (pelo menos aqui também há festa em Outubro!). Eu é raro ir a essas festas. Posso dizer que tenho 2 festas diferentes à porta de casa e só vou lá comer um churro e volto para trás. As únicas festas que me conquistaram à séria foram as do Pinhal Novo (quando estava lá no campismo) e as de Lamego (quando fui lá no verão). De resto não me cativam.

    ResponderEliminar