Desprezo...

Desprezo. Até mesmo asco. Bem sei que não são sentimentos muito próprios de uma cristã como eu.
Mas, confesso que é isso que despertam em mim algumas das figuras de topo da igreja de que faço parte quando leio a forma como se referem ao Papa Francisco. À medida que ele vai tomando posições de perdão e de misericórdia, aumenta a repulsa que sentem por ele, mas, na mesma medida ele se torna parecido com Jesus Cristo, que veio estabelecer uma nova mentalidade.
Os entendidos afirmaM que estamos a dois passos de um cisma. Não sei se sim ou senão. A mim interessa que Deus preserve de boa saúde e com lucidez Jorge Mario Bergoglio, embora não consiga evitar os sentimentos menos nobres em relação a alguns dos poderes instituídos e retrógrados da minha igreja, com os quais não me identifico em absoluto e que afirmam que estão ansiosos que ele morra.


LONGA VIDA, FRANCISCO!

7 comentários

  1. Tomara que fossem todos como ele! Tem uma luz tão própria que incomoda os pobres de espírito

    ResponderEliminar
  2. Ainda não entendi algumas mentalidades da igreja!!!

    ResponderEliminar
  3. Que esteja à frente da igreja por muitos anos.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Não podia estar mais de acordo com contigo! Deus Permita que viva MUITOS Anos

    Beijo.
    Feliz Carnaval

    ResponderEliminar
  5. Que esteja à frente da Igreja durante bastante tempo é só o que peço! :)

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Ele é, de facto, diferente, é algo que se sente. A questão que se coloca é: conseguirá ele manter-se num meio de um sistema tão corrupto? Espero que sim!

    ResponderEliminar