Seremos a excepção??

Por motivos profissionais, lido diariamente com psicólogos, terapêutas, pedopsiquiatras, médicos pediatras e toda uma panóplia de profissionais ligados ao desenvolvimento e saúde infantil e do adolescente.
Quer nos nossos contactos diários por questões concretas, quer em acções de formação que frequento ou em livros que me auxiliam, a opinião é unânime: os filhos são o espelho dos pais, os filhos reproduzem o modelo de amor, de relacionamento social e de obediência às regras que vêem nos pais.
A concordância é tal que não me atrevo a questionar. Nos meus pareceres tendo a usar frases (chavões) idênticos.
Mas, depois chego a casa ao fim do dia e tenho uma que é a tranquilidade em pessoa (apenas com alguns achaques de fúria), partilha tudo (apesar de pré-adolescente), e tem uma vontade enorme de ajudar em tudo; e tenho outra que é um furacão, fecha-se em si mesma e faz um ar de enfado quando tentamos saber coisas sobre o dia.
Depois, tenho da escola a informação, relativamente a uma de que é muito bem comportada, educada, estudiosa e trata bem os demais; e relativamente a outra de que é uma traquina, respondona, muito inteligente, preguiçosa e faladora. Tem um sentido de humor genial.
As minhas Minis são diferentes não só fisicamente. São o oposto em termos de personalidade e comportamentos. Cada uma alegra os meus dias de forma totalmente díspar.
E se relativamente à parte física tenho a explicação da genética, relativamente ao comportamento pergunto-me se eu e o meu marido sofreremos de alguma bipolaridade em termos educacionais ou se seremos apenas a excepção à regra...

16 comentários

  1. Há aqui outro factor a considerar: a personalidade/temperamento da criança. Não são todas iguais, apesar de receberem os meus princípios e valores por parte dos pais. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Mesmo com a mesma educação e a mesma transferência de valores, as crianças são sempre diferentes. Eu e a minha irmã somos o oposto em imensa coisa :)

    ResponderEliminar
  3. Não disputo a opinião dos peritos, mas vejo diferenças comportamentais em quase todos os irmãos e irmãs que conheço em qualquer idade. Essa disparidade entre as suas filhas é mais comum do que se pensa. São criadas da mesma forma, recebem a mesma educação...

    ResponderEliminar
  4. Elas de fundo são iguais, são boas pessoas, respeitam os outros mas depois têm os seus traços de personalidade. Eu e a minha irmã somos muito diferentes mas a educação, os princípios e o fundo é igual ;)

    ResponderEliminar
  5. Nós educamos do mesmo jeito mas ainda bem que são diferentes!
    Obrigada pela visita!

    ResponderEliminar
  6. Apesar de terem a mesa educação as personalidades são diferentes...e isso acontece muito entre irmãos.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  7. Penso que vá muito para além da educação e espelho do que têm em casa. A personalidade molda cada um de nós e nisso não há educação melhor ou pior que possa retificar o comportamento. Somos todos diferentes e isso não há dúvidas! E aqueles filhos maravilhosos, símbolos de grande humildade e inteligência e têm pais que é de fugir?!
    Mesmo sendo diferentes que sejam meninas cheias de saúde, energia e felizes! :)

    ResponderEliminar
  8. A educação é um grande fator que influencia a personalidade da criança, mas não é o único. O ambiente que a rodeia, os amigos, o próprio temperamento também influenciam, o que pode explicar porque é que os teus dois amores são tão diferentes :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  9. Posso estar completamente errada, mas acho que os filhos captam muito daquilo que os pais são e reproduzem muita dessa educação nas mais pequenas coisas. Contudo, acabam por gerir a sua personalidade de forma diferente, o que faz com que os seus comportamentos possam ser tão distintos

    r: Oh, muito, muito obrigada! É tão bom ler isso *.*

    ResponderEliminar
  10. Os nossos filhos nunca são iguais. a Educação é a mesma :)

    Beijo, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Apesar de terem a mesma educação, as crianças têm personalidades diferentes! Isso acontece mais do que se possa imaginar (falo, por exemplo, entre mim e o meu irmão) :P

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. Obrigado :)

    As crianças podem ser "moldáveis" e "moldadas" tendo em conta a educação que os pais lhes dão (se é que alguns dão), em casa. Ainda assim, elas agem por si só e consoante as personalidades que têm! Nenhum é igual à outra. Nem mesmo os gémeos!

    NEW #DRESSTOIMPRESS POST | COLORED LAYERS ARE THE NEW BLACK <3
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  13. Não estou completamente de acordo mas vejo que existem traços dos pais nos filhos.
    Um abraço e bom Domingo.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  14. A educação e os valores passados são os mesmos, porém há que ver que cada um e distinto e tem sua própria personalidade. Amei o texto.
    Beijos e uma semana incrível!
    DMulheresInstagramFanpage

    ResponderEliminar
  15. Debato-me com essa mesma questão todos os dias com os meus dois. às vezes chego a pensar que além de má mãe devo ser mesmo maluquinha.

    ResponderEliminar
  16. Não são excepção, mas sim regra, porque a maior parte dos irmãos são mt diferentes, com a mesma educação...

    ResponderEliminar