Caprichos que me arrepiam...

O desenvolvimento tecnológico e científico é uma coisa fantástica, sobretudo quando pode melhorar a nossa qualidade de vida, que no dia a dia em coisas simples quer em coisas muito importantes como é a saúde.
Tenho-me como uma pessoa que tenta acompanhar e usufruir das possibilidades do mesmo. No entanto, há coisas que me arrepiam. Uma dessas coisas é a clonagem. Poucos conhecimentos tenho sobre o processo, mas arrepia-me. Arrepia-me porque, muitas vezes é usado para satisfazer meros caprichos de pessoas com dinheiro, como é o caso da clonagem de animais de estimação. Parece que alguns artistas e outros bilionários andam a retirar células dos seus animais de estimação para poderem cloná-los caso os mesmos venham a falecer.
Barbara Streisand clonou a sua velha cadela, tendo agora duas cópias dela.
O que as pessoas se esquecem é que a clonagem não permite a duplicação de temperamentos, mas apenas da morfologia, e é da união entre estas duas coisas que se faz cada ser como um ser único.
Amo muito as minhas patudas, mas nunca me passaria pela cabeça fazer uma coisa destas. Cada uma delas é única e insubstituível.
Estas coisas perturbam-me. Até percebo que, em determinadas situações, em que haja doenças graves hereditárias e determinadas pelo sexo do bebé, que os pais possam fazer uma selecção do género...mas coisas como clonar, escolher a cor dos olhos ou outras coisas assim, deixam-me com os cabelos em pé!


8 comentários

  1. Isto também me faz uma certa confusão :o

    ResponderEliminar
  2. Boa noite!
    Partilho das tuas palavras!!

    Hoje: "Poetizando... " Mar e a lua, fiéis ao nosso amor. (...Poetizando...)

    Beijos. Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Confesso que também me faz confusão...





    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. Há tanta coisa agora que me causa confusão! Decididamente estou velha.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Não sei como é nos EUA mas as regras éticas em PT não permitem tais brincadeiras...
    Sou da mesma opinião. Tudo o que vier para o bem e o bom senso, é bem vindo.
    Usado para fins mais vulgares, é ofensa.
    É perigo.

    Infelizmente acho que esse passo já foi dado e há muito, noutro departamento chamado DNA. Sabia que as empresas podem ser DETENTORAS da sequencia genética de indivíduos? Isso não é loucura total???

    Fa mais de 10 anos que pretendia fazer a minha genealogia genética. Mas os laboratórios que então disponibilizavam o serviço diziam, em letra "piquenas", algo a respeito de as suas descobertas servirem para um "estudo" da humanidade e o código genético ficar numa base de dados...

    Não gosto de me sentir catalogada e expropriada. O código genético de um indivíduo só a ele devia pertencer e só ele é que deveria decidir se é para ficar guardado no cofre de alguma multinacional, ou não.

    Já nos basta estarmos todos catalogados digitalmente, todas as impressoes digitais e o rosto - tudo gravado numa grande base de dados e cada vez que se viaja em aeroportos somos lembrados disto - basta perceber que o acesso à àrea de embarque é feito por leitura biométrica.

    Puff!

    ResponderEliminar
  6. Os loucos tomaram conta do asilo.
    Só pode!
    Boa semana

    ResponderEliminar
  7. A clonagem também me faz alguma confusão...

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Acredito que possa ser valioso para algumas questões de saúde... mas parece-me algo imoral.

    ResponderEliminar