Ai minha gente!!!

Ai minhas pessoas, vocês escandalizam-se por tudo!
Basta uma alminha publicar no facebook um recibo de 5 cêntimos que pagou por um copo com água da torneira num qualquer café do Cascaishopping e toca a destilar veneno para cima de quem ousou fazer tal cobrança. Ele é de chulo para cima (ou para baixo, conforme a perspectiva).
Pois, se é que vos interessa a minha experiência, já há 22 anos que eu fiz Erasmus em Itália e, em Bolonha, tínhamos que pagar o equivalente em liras por um bem idêntico! Portanto, não me parece nada do outro mundo. Mais, se o café tem de pagar a água que consome e se se dá ao empregado trabalho para o servir, não vejo onde está o escândalo. 
Pior que isso, são as pessoas que vão ao café pedir um copo com água, servem-.se da casa de banho e nada consomem no estabelecimento. Fazer isso, uma vez, numa aflição, até entendo, mas conheço pessoas que o fazem recorrentemente.
Pior que isso é pagar 6 euros por uma garrafa de água como pagamos em França.
Deixem-se de tretas, vão correr, fazer caminhadas ou meditação para ver se ficam com menos vontade de chamar nomes aos outros.


16 comentários

  1. Epá, nao pode ser! Agua nunca se recusa a ninguem!

    R: já alguém devia ter dado um titulo honorario universitario ao homem ahahahah

    Beijinhos,
    O meu reino da noite | facebook | instagram | bloglovin

    ResponderEliminar
  2. Realmente quem não tem mais que dizer arranja, tudo serve! :)

    Atrasada, andei com os netos! :)

    Beijos-Boa Noite

    ResponderEliminar
  3. Eu sei que há aquela velha máxima de que um copo de água não se recusa a ninguém - e eu própria concordo com ela -, mas a verdade é que, colocando-nos do lado do estabelecimento, não deixa de ser uma despesa. Se todas as pessoas que entrassem no café pedissem um copo de água, como é que os donos poderiam pagar as contas?
    Claro que pode parecer descabido, mas antes de se protestar, convém analisar o panorama

    r: Como te compreendo. É incrível como sim e não têm as mesmas letras, mas dizer a segunda exige um esforço 3 vezes maior

    ResponderEliminar
  4. 6 euros por uma garrafa de água..uma pessoa ate desidrata so a pensar no preço.

    ResponderEliminar
  5. Precisamos urgentemente de uma desintoxicação de redes sociais. Qualquer coisinha por lá colocada gera uma guerra, até parece novela. Já vi uma publicação inofensiva, de uma rapariga que simplesmente comentou que não encontrava produtos para cabelos lisos, a transformar-se num campo de insultos contra ela. Até racismo colocaram pelo meio (de que ela o estava a ser pela sua publicação enaltecer o cabelo padrão e "apagar" o cabelo afro. Oi?).
    Como podes ver, hoje em dia exaltarem-se por um copo de água não é nada xD

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. !!!! ... E com o recibo à vista é que fiquei apalermado !!
    Será que essa pessoa se deu à pachorra de exigir factura e até com nº de contribuinte ?...
    É precisa "muita lata" ! :(((
    Há pessoas mesmo "pobres, especialmente de espírito ! Chega ser revoltante !!! :((

    ResponderEliminar
  7. tens razão quando dizes que dá trabalho ao funcionário, quando na verdade podia estar a atender pessoas que vão consumir "a sério", na verdade vi o post e até brincaram do género "andas chique" e afins, o resto não vi, agora €6 por uma garrafa de água? Isso sim, é um abuso...

    ResponderEliminar
  8. Aqui paga-se o mesmo que em França ahahah e soube quem pediu um jarro de água da torneira num restaurante e cobram 2€

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou em inglaterra e trabalhei num pub. Costumavam pedir JARROS com água e NÃO ERA COBRADO NADA. Então as pessoas abusavam. Cada jarro vinha cheio de gelo (que de outro modo iam para as bebidas) e com rodelas de limão. As pessoas sabiam que era de graça, então ocupavam as mesas e pediam jarros de água.

      Eliminar
  9. Acho que o escândalo se deve a algo que a nossa sociedade não está habituada a pagar ( ... ) hábitos . Mas é cada vez mais recorrente pagar-se por tudo e mais alguma coisa, basta habituarmos-nos .

    ResponderEliminar
  10. Sempre ouvi dizer que não se nega água a ninguém.

    ResponderEliminar
  11. Tal e qual.
    Penso que foi em Itália também, que pagámos, e bem!, por um copo de água.

    Mas acho que não se justifica...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  12. Hahaha muito bom :D concordo e assino por baixo, apesar de quando trabalhei numa confeitaria ter dado muitos copos de agua :D com o consentimento do patrao que era um pouco sovina :P
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  13. Ahah!
    E eu a pensar que vinha ler outro comentário constatário, revoltado...

    Confesso que não me agrada que cobrem mas também consigo ver o outro lado muito bem. Um "copo com água" não é só um copo com água. É tempo que o empregado consome. Infelizmente, hoje em dia, até pode implicar o seu despedimento. Porque implica tempo que não está a ser usado para atender clientes que pagam, faz descer as suas vendas pessoais e conduz a que o superior o chame a atenção para a POUCA EFICÁCIA do seu atendimento.

    Tudo porque o seu tempo foi passado a dar copos com água.

    Então está a pagar-se o empregado - não a água.
    Essa continuo a dizer que deve ser gratuita sim. Embora seja o bem mais precioso que temos e por isso dever ser mais caro que um copo de cerveja. Mas por esse motivo, quem tem sede, merece matá-la sem que lhe seja cobrado. A água doce quando nasce é para todos.

    Na minha experiência como funcionária de bar, sei que perdi muito tempo a atender pessoas que vinham pedir não um, mas três a seis ou mesmo oito copos com água. E muitos a pedem GELADA. E tens de dar... Ora, o bar não dispunha de uma torneira nas proximidades. A única água que jorrava perto era a das mamgueiras das sodas - e que estavam sempre a ser usadas. E essa água era imprestável. Portanto, tinha sempre de sair do bar para abrir a torneira na zona de lavagem de louça. Perdia muito tempo e não fazia vendas. Por vezes foi desesperante. Porque um atrás de outro, só me pediam copos com água. E a minha vontade era mesmo COBRAR por eles!

    Porque me estavam a fazer perder tempo e porque, carregar os copos aquela distância toda cheios de água era mais difícil que as bebidas tiradas detrás do bar. E mais: eramos instruidos que cada copo com água tinha de ter rodelas de limão... Ora o tempo que se levava nisto. E depois, nas vendas, os outros colegas que sabiam distinguir um bebedor de cerveja dos demais e "fugiam" dos aguaceiros, já iam com 200 libras de avanço...

    Outro factor como mencionas, é que a água é cobrada (por garrafa) a preços muito elevados noutros locais do mundo. Acho bem que se tenha direito a um copo com água sem pagar. Eu sinto-me encabulada por pedir e acabo por não o fazer, mesmo estando cheia de sede. Só abri poucas excepções no local de trabalho - por estar horas sem beber e não poder entrar numa loja e comprar. Então aí, por vezes, peço um copo com água.

    A última vez que pedi e bebi a água... ADOREI O SABOR!!!
    Da água daquela torneira.
    Bebo água todos os dias. Da torneira desta casa (não sabe bem e nunca é transparente), de garrafas diversas.... e foi aquela que gostei. Agora, o que faço? Apetece-me encher garrafas de litro com aquela água... ahah. Porque gostei mesmo do gosto, da forma como me caiu. Diferente até do gosto da água disponível em garrafões de 10 litros que a empresa disponibiliza em alguns locais. Estava a pensar chegar lá discretamente, pedir que me encham a garrafa e dar uma gorjeta por isso. Porque de tudo o que ali se vende, nada me interessa sem ser aquela água da torneira. eeh.

    ResponderEliminar
  14. Vou dar uma dica. Andar sempre com uma garrafa, reutilizável, de água na mala/mochila e ir ao wc/chafariz encher com água. A sede aguenta-se melhor!Indignações? Junto-as todas e um dia construo um livro de pessoal frustrado

    ResponderEliminar