Põe o carro, tira o carro...

Quando vejo notícias e vem à baila a questão do uso ou não de máscaras, só me consigo lembrar de uma música do Quim Barreiros que toca nas festas académicas "Ponho o carro, tiro o carro na garagem da vizinha!"
Ninguém se entende. Vem uma entidade qualquer e diz que é conveniente, vem outra e diz que não... E depois mais outra já diz que sim, mas outra a  seguir diz que não. Põe a máscara, tira a máscara, põe a máscara da carinha.
Eu não quero saber, sempre que saio à rua levo máscara (felizmente, conseguimos arranjar da FFP2) e calço luvas descartáveis. Protejo-me a mim e os meus e, sobretudo,  os outros. Se todos fizessem o mesmo protegiam-me a mim.
Não quero saber de conversas. Por aqui só saio eu de casa e o meu marido (porque tem de trabalhar) e ninguém sai sem máscara e luvas e só saio para o estritamente necessário.

12 comentários

  1. OLá:- Apoio, e concordo totalmente, com a decisão. Ninguém se entende essa é que é a verdade.
    .
    Deixando votos de Paz e Amor

    ResponderEliminar
  2. Cá por casa o mesmo, luvas às 6h da manhã é que não para passear o cão... Mas contacto e proximidade como nas compras, sim sempre

    ResponderEliminar
  3. Com tanta notícia, umas verdadeiras e outras que "certamente são para ri", uma pessoa nem sabe o que fazer... É ficar em casa. Neste momento divido-me em duas casas...E até quando?

    Beijos e uma excelente tarde!

    ResponderEliminar
  4. Faz hoje um mês que não vou à rua. O marido foi no dia 19 ao Multibanco levantar dinheiro. Aqui na rua 4 prédios adiante. Levou máscara e um frasco de desinfetante. Desinfetou as teclas, levantou e guardou o dinheiro e de seguida desinfetou as mãos.
    Se eu precisar ir à rua pode ter a certeza que vou de máscara, digam eles o que disserem.
    Abraço e saúde.

    ResponderEliminar
  5. As informações são sempre tão contraditórias, que uma pessoa nem sabe para onde se deve virar :/

    ResponderEliminar
  6. Faz muito bem.
    Também saio de máscara, mas não consigo arranjar luvas.

    ResponderEliminar
  7. É verdade, somos bombardeados com tanta informação que já nem sabemos em quem "confiar"
    Mas faz muito bem em usar máscara e luvas quando sai de casa. As poucas vezes que tenho de ie ao supermercado levo luvas, mas máscara não consegui arranjar.
    Tudo a correr bem.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. A questão das máscaras é controversa porque 1)Tens de as colocar correctamente, 2)não há FFP@ e FFP1 para toda a gente usar de forma corriqueira que iria levar a pelo menos 1 máscara por dia por pessoa, 3)as máscaras cirúrgicas de papel ou até caseiras com tecido não protegem o utilizador mas poderiam ser usadas de forma a proteger os restantes limitando o raio de propagacão via espirro, tosse, fala, etc. Na mesma todas as máscaras têm de ser colocadas com as mãos lavadas, correctamente ajustadas e trocadas caso haja espirro ou contacto das mãos na mesma, ser retirada com as mãos lavadas, descartada e lavar novamente as mãos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade. Tudo isso é quase impossível. Mas tem de ser feito todos os dias pelo pessoal médico. As pessoas devem seguir o exemplo, dentro desta situação presente. O que dizes é que, não há dinheiro para tanta máscara. Verdade. Para não falar da poluição. Verdade. Mas é de vida que se fala. Só pelo facto de limitarem o raio de propagação da fala, tosse e espirro, já ajudam. Então toca a fazer máscaras caseiras, usar visores etc.. Why not?

      Eliminar
  9. Para mim essa questão da máscara é uma não-questão. Já estive para fazer um post claro sobre isso. Na china todos as usam. Porque é muito simples: os teus fluidos internos não passam a barreira e vão parar em cima de outra pessoa. Vão dizer-me que isso não é bom??? Porra! É o que é preciso!!!

    Se todos usassem máscaras, ninguém passava saliva, cuspo, micróbios para ninguém. E esta pandemia controlava-se melhor. O uso de luvas, esse sim, vi que na China nem sempre usam. Podem lavar as mãos a seguir, não sei. Mas é pela boca e nariz que se dá a PORTA DE ENTRADA. Porque não colocar protecção?????

    Faz-me lembrar o preservativo. A máscara de rosto está a ser vítima do mesmo preconceito que durou anos e anos e, para alguns, ainda dura. No supermercado, onde fazia compras com máscara, dois empregados falavam um com o outro, à minha frente, pois estava a ensacar as compras. Ela diz a ele que tem máscara, mas que não usa, porque é "desconfortável". Ao que disse: "também o preservativo!".

    Calaram-se. Não recebi um simpático "até à vista". Ainda estavam na fase de se mostrarem incomodados com quem usava máscara e serem um pouco hostis. Fiz fila nesse supermercado na sexta-feira santa. Estavam todos os empregados a usar viseiras e perguntei a uma onde a tinha arranjado. "É a companhia que nos dá, não é minha". Agora é todos com máscara ou alguma espécie de protecção. Fazia-me confusão que fossem os empregados que lidam com as pessoas os desprotegidos. Sem máscara, sem luvas, sem viseira... FINALMENTE alguns hipers tomam medidas. Porque são forçados, ou tomam-nas ou fecham. Infelizmente, muitos não cumprem à risca. O Iceland tem um porteiro que está sempre a falar sem se calar, não tem máscara e não mantém a distância das pessoas. Aproxima-se das caixas para falar mais perto... Enfim. Já escrevi muito. Parece-me claro que a máscara, ainda que possa ser uma fonte de contágio, vale o risco porque, tal como o preservativo, não serve apenas para "evitar gravidezes". Serve para prevenir que se transmitam doenças aos outros e estas se espalhem por toda a parte.

    Bem haja.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão da máscara é uma questão porque nem toda a gente sabe/percebe que as máscaras cirúrgicas ou de pano por exemplo não protegem directamente o utilizador. Apesar de serem importantes na contenção.
      Já vi umas que se podem fazer com t-shirts, e t-shirts velhas há sempre lá em casa.
      Mas na China eles já usavam antes por causa da poluição que tem partículas maiores que as virais ;)

      Eliminar