O que era e afinal não é...

Quando penso nos comunicados da OMS ao longo deste tempo de pandemia, lembro-me de uma expressão muito usada na minha terra e diria que a OMS é como os de Vila Meã, pois o que diz à noite, já não diz de manhã.
Pois que era muito provável que , em breve, talvez no Inverno, houvesse uma segunda vaga de pandemia e ainda mais grave...afinal, ontem a Directora já veio dizer que é muito pouco provável que tal aconteça...
Pois que o dito corona se transmitia pelo contacto com superfícies onde o mesmo se encontrasse, ali permanecendo activo dias a fio...pois que afinal não há evidências que o mesmo se transmita pelo contacto com superfícies...
Pois que o malvado se transmitia pelo ar, que até foram encontradas partículas não sei onde...afinal hoje ou ontem já foi referido se não se transmite pelo ar, apenas pelas gotículas projectadas no ar, quando alguém infectado tosse ou espirra...
Eu estou em crer, que, mais uns tempos e vêm dizer que não há estudos que comprovem a existência do virus....
Por mim, vou tomando as minhas precauções... porque não vá o diabo tecê-las...

9 comentários

  1. É por isso que, depois, andamos todos como o tolo no meio da ponte :/

    ResponderEliminar
  2. O artigo que baseou a informação de que se propagava por contacto com superfícies (que eu li integralmente e cheguámos a discutir isso no meu grupo de trabalho- microbiologistas) testou a viabilidade do vírus e manter activo, mas em laboratório e não em condições adversas de chuva, vento, sol, etc. Ou seja é possível que os vírus que caiam em superfícies continuem viáveis durante vários dias mas não é uma certeza matemática porque depende de muitos factores.
    Eu duvido que desapareça tão cedo e continuo a achar que é bastante possível que seja sazonal.
    Na Holanda já houve contágio de humanos para animais (visons) e de volta para humanos.

    ResponderEliminar
  3. Usando uma terminologia do futebol: "" O que hoje é verdade, amanhã é mentira, e vice-versa ""

    Penso que vão falando conforme os interesses de cada momento. Como diz e bem, qualquer dia até vão dizer que foi apenas uma gripezinha mais forte e que nunca existiu o coronavírus. Já faltou mais...
    .
    Cumprimentos
    Proteja-se

    ResponderEliminar
  4. Realmente dou-te razão!
    Tanta gente que morre de gripes todos os anos e ninguém faz contas. Um dia destes até dizem que é da água que se bebe. Isto atrofia-me!

    Beijo e uma boa tarde!:)

    ResponderEliminar
  5. Já nem sei o que diga... O que sei é que muitos já estão a fazer contas ao que pode vir a acontecer se um novo surto aparecer.

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    bluestrass.blogsot.com

    ResponderEliminar
  6. Mudam mais rápido que o vento...

    ResponderEliminar
  7. :) Tomara é que apareça a vacina de uma vez!

    ResponderEliminar
  8. Sim mais parece uma comédia Grega, todos os dias é uma diferente. Já não há paciência!

    ResponderEliminar
  9. Realmente, primeiro fizeram um grande alarmismo para causar o panico e manter toda a agente em casa, agora como querem voltar ao normal, é como se nada se passasse. Infelizmente, acho que não vai dar bom resultado.

    MEU BLOG

    ResponderEliminar