Por enquanto ainda sou mais forte!

 Penso que já tinha referido aqui que andava com imensas dificuldades em gerir a aproximação do Natal, porque, graças a esta maldita coisa chamada COVID 19, perspectivava a possibilidade de passar esta altura do ano que tanto amo sem ter os meus pais por perto.

Tinha dito às miúdas que não iria fazer decorações de Natal.

No entanto, dei por mim a pensar que essa atitude não só não me trazia felicidade nenhuma, como ainda poderia deixar mais tristes as miúdas e o meu marido.

E, vai daí que, devagar, resolvi começar a enfeitar a casa e a assumir que o Natal se aproxima... e que o importante é que estejamos todos bem... e que se for preciso passar juntos a consoada via Skype, assim o será.

A capacidade de adaptação e de não me deixar ficar prostrada na dor é algo de que me orgulho e que pretendo manter até ao limite. Para meu bem e, acima de tudo, dos que me rodeiam.


9 comentários

  1. As crianças gostam de fazer a árvore de Natal, receber prendinhas, do convívio que a época natalícia costuma proporcionar. Este ano será um pouco diferente mas, com cuidado e algum engenho, sempre se dá um jeito de estar junto de quem se gosta e ama.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem vindoi de volta quem tem andado desaparecido. Tudo de bom para si!

      Eliminar
  2. Compreendo-te perfeitamente, e tenho a mesma opinião que tu! Há que dar alguma alegria ao olhar, para acomodar o coração! :)
    *
    Melancolia à velocidade do tempo...
    -
    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  3. Estamos mesmo a precisar deste aconchego de energia. Nada como o Natal para o impulsionarmos

    ResponderEliminar
  4. Os enfeites é daquelas memórias que persistem desde a nossa infância. Aos adultos neste ano específico vai ajudar a compôr um certo vazio ;)

    ResponderEliminar
  5. É e será um problema... Mas, é como diz, felizmente, hoje, há tecnologias que permitem a partilha, não permitem o beijo e o abraço mas permitem ver o outro...

    Coragem, penso que acabou por fazer o correto... a vida é tão curta para se perder momentos...

    Um beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  6. Por aqui também vai ser difícil de gerir, mas acredito que é uma altura para nos reinventarmos e sermos criativos. Com amor, saúde e vontade tudo se resolve!

    ResponderEliminar
  7. Penso que faz bem. É uma época que diz muito a toda a gente especialmente aos mais velhos. E é preferível estarem juntos via Skipe do que ignorar a data.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  8. Olá Maria! Acho que fez muito bem. Este ano vai de facto ser um Natal diferente, vamos ver o que nos espera.
    Por cá temos a quadra natalícia instalada, presépio, árvore de Natal, arranjos, uma bota de Natal para a porta e uma coroa de advento para a mesa da sala! Força nisso!

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    ResponderEliminar