Na nossa casa...

quinta-feira, 26 de novembro de 2015
Apesar de nenhum de nós acreditar no Pai Natal, ainda se escrevem as cartas para o dito. Cheias de desenhos alusivos e com os pedidos pelo meio. E, ano após ano, vou guardando as cartas para mais tarde recordar...somos assim, dados a estas tradições.

9 comentários

  1. Acho que determinadas tradições deverão ser mantidas. Não faz mal nenhum continuar a escrever cartas ao Pai Natal. O problema, apesar de ultrapassável, deve-se às novas tecnologias. Alguém se lembra de enviar um mail ao 'Papai Noel'?

    ResponderEliminar
  2. Tenho saudades das cartas que escrevia ao Pai Natal... mas nunca mais esqueço a desilusão ao descobrir que era a minha mãe que comprava os presentes, chorei dias seguidos :)

    ResponderEliminar
  3. Olha. A Beatriz, minha enteada, perguntou-me se o Pai Natal existia, eu respondi que sim.
    Ela foi com o Pai ao mini-preço e trouxe um panfleto que era para os meninos escreverem ao Pai Natal. não imaginas o entusiasmo dela, e as coisas que pede.... Mas eu não lhe posso dar....

    Acho que é sempre bom as crianças acreditarem no Pai Natal.

    Beijinhos, Maria

    ResponderEliminar
  4. E são essas mesmas coisas que nos tronam singulares :)
    Obrigada pelo comentário :)) um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Eu já não comemoro Natal e não há crianças na minha família.

    ResponderEliminar
  6. a minha escreveu na escola a 1ª carta ao pai natal (tem 4 anos) mas há uns dias assim do nada tb me disse que o pai natal não existia, que ninguém lhe tinha dito, mas que ela sabia... =)

    ResponderEliminar