Coração aos pulos...

Costuma dizer-se que, quando somos pais e mães passamos a viver com o coração fora do peito. Verdade acertada porque estamos sempre com medo que lhes aconteça alguma coisa. Quando o telefone toca e é da escola, até tremo antes de atender.
Só que agora com a idade a avançar, fico com o coração nas mãos, não só por causa das minhas filhas, mas também por causa dos meus pais. A morar a três horas de caminho de carro do sítio onde eles moram, tenho o hábito de falar todos os dias com eles, por volta da mesma hora...e fico em pânico quanto ligo para casa e para os telemóveis deles e ninguém atende...e insisto e ninguém atende...que suplício.

6 comentários

  1. A mim é quando o telefone toca. E se tocar fora de horas quase me dá um ataque cardíaco. :/

    ResponderEliminar
  2. Deixa lá, eu ainda moro com os meus pais e às vezes ligo à minha mãe que está em casa e quando não me atende também me irrita que uma pessoa pensa logo o que não deve!

    ResponderEliminar
  3. Entrega a vidas deles na mão de DEUS. Que tudo DEUS
    fara e com certeza o seu coração vai relaxar.
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Põe suplício nisso! Uma angústia se instala na falta de notícias de quem se ama! Bj

    ResponderEliminar
  5. É realmente um desespero quando recebemos telefonemas das escolas, ou quando se liga aos Pais, neste caso, os teus.... Eu quando ligo ao meu marido depois da hora e não me atente começo logo a fazer filmes de terror. Sou muito ansiosa com esta cena.

    Beijinhos Amiga Maria

    ResponderEliminar
  6. Tens que ter imensa calma,tudo se vai resolver pela melhor forma,pensamento positivo é o que precisas de ter!!

    ResponderEliminar