Mais uma pérola...

Traz, esta semana, a revista Sábado, uma entrevista ao nosso produtor de pérolas mais recentes, o Pedro Arroja. Entre outras coisas, diz ele, que, embora o apoiasse, não lhe agradaria ter um filho homossexual, porque queria um filho homem que fosse homem, sem características marcadamente femininas. Reitera que uma relação homossexual é uma relação desequilibrada.
Já me habituei às maravilhas que este senhor vem dizendo. Gostava só de acrescentar que a mim, apenas não me agradaria a ideia de ter um filho homossexual, por ainda existirem muitas pessoas preconceituosas como ele, que causam grande sofrimento a quem o é. Quanto ao resto, eu quero é que os meus filhos sejam felizes, hetero, homo ou bissexuais.

7 comentários

  1. Muito medo desse Arroja. Achei péssima a intervenção a respeito do que ele chamou de "as esganiçadas do BE", e achei medonho (mas muito cómico) o seu monólogo sobre os seus órgãos genitais feitos por Deus. Honestamente, acho vergonhoso que se dê tempo de antena a quem só quer espalhar a intolerância.

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  2. Ninguém gosta. Mas o importante é serem felizes.

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Eu só o consigo ver como um humorista. É um humorista, não é?...

    ResponderEliminar
  4. Ouvir falar de Pedro Arroja já custa. Ver/ler/ouvir o que Pedro Arroja diz, é um suplício.
    O homem é uma besta ejnão há nada a fazer.
    Quanto aos filhos homossexuais, sublinho esta parte do texto:

    ' (...) por ainda existirem muitas pessoas preconceituosas como ele, que causam grande sofrimento a quem o é. Quanto ao resto, eu quero é que os meus filhos sejam felizes, hetero, homo ou bissexuais '

    ResponderEliminar
  5. Eu gostava era de ter um filho como ele, para lhe poder encher o focinho de porrada. eheheheheh

    ResponderEliminar