O que conta...

O que conta não é só a maneira como se começa, mas também a maneira como se acaba. Comecei o dia cansada e a embirrar com tudo.
No entanto, chegada ao trabalho, achei que tinha de por o mau humor de lado e arregaçar as mangas. E assim fiz. A coisa começou a correr de feição e cá estou eu a beber o meu cházinho a meio da manhã, com o trabalho do dia de hoje, praticamente acabado. De tarde adianta-se o trabalho marcado para segunda feira. E assim, vamos andando.
O que interessa é enchermo-nos de boa disposição, seja a que horas for, mesmo quando o dia começou com uma vontade louca de voltar para a cama.

6 comentários

  1. Olá amei seu cantinho!!!!!!!!! seguindo!!!!
    http://gigicandy29.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Às vezes o que custa é começar.
    Eu ria-me da minha sogra quando ela dizia que acordava com tantas dores na coluna, que só lhe passavam quando começava a trabalhar. Agora sou eu que me levanto todo empenado e se não vou fazer três ou quatro quilómetros de caminhada, passo o dia todo torcido. eheh

    ResponderEliminar
  3. A meio da manhã e ja con o trabalho feito? Isso nao é trabalho, é seres funcionaria publica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso não me importava de ser...Isto chama-se não ser lesma...

      Eliminar
  4. Pois, não adianta nada alimentar as nossas más disposições (falo por experiência).

    ResponderEliminar
  5. Muitas também também acordo com a neura e com vontade de passar o dia em casa, mas temos de dar a volta e enfrentar o mundo :)

    ResponderEliminar