Ora bolas...

domingo, 27 de dezembro de 2015
Ora bolas!!! Anda uma mulher sempre de garrafa de água debaixo do braço, bebe uma mulher 1, 5 l de água só da parte da manhã, porque, segundo a nutricionista, tem de beber, pelo menos 2 l por dia e depois vêm uns senhores, numa revista conceituada, falar numa evidência científica, segundo a qual não é preciso bebermos água para além da sede que temos porque o corpo regula a necessidade da mesma, sendo que se bebermos os ditos 2 l podemos estar a estragar os nossos rins, porque os forçamos a trabalhar demais.
Fica, assim, uma mulher num impasse, entre obedecer à nutricionista ou seguir o conselho do especialista que fez o artigo da revista. E agora?????



19 comentários

  1. Eu continuo a beber os meus 1,5L de água por dia! E, segundo o que sei e o que aprendi, quando sentimos sede é porque já estamos a desidratar, por isso, vou manter-me fiel a esse princípio!

    ResponderEliminar
  2. Se eu não bebesse água para além da sede nunca bebia água no inverno... Até há um ano raramente bebia água, mas forcei-me a ganhar o hábito e poucos meses depois comecei a ver mudanças fantásticas no meu corpo e na pele do rosto. Por isso sou pela água, muita!

    ResponderEliminar
  3. Cada vez começa a ser mais difícil conseguir gerir boas escolhas para a nossa saúde. Acho que devemos ser seletivos na informação, e ponderados na decisão.

    Eu bebo muito pouca agua, e reconheço isso, acho que devia beber mais. O nosso organismo pode ate regular as nossas necessidades -o meu quase nunca pede agua-mas acho que ate os mecanismos de auto-regulação podem falhar.

    Poderaçao e a melhor atitude a tomar.

    Boa semana (e obrigada pelo teu relato de esperança)

    ResponderEliminar
  4. Também tenho o mesmo dilema. Não faço caminhadas sem levar uma garrafa de água; tenho-a no carro, em cima da secretária no local de trabalho... Que fazer?! Sempre “soube” que devemos beber água antes de sentirmos sede... Dois litros todos os dias não beberei no inverno, mas talvez mais de um litro de líquidos diários entre águra e chás. hummm

    Como tudo... no meio é que está a virtude, ou seja, tudo deve ser em moderação.

    ResponderEliminar
  5. Uns puxam para um lado e outros para o outro e nós ficamos que nem baratas tontas :/

    ResponderEliminar
  6. Olha também li e foi aquele que mais me deixou com dúvidas?
    Na mesma, vou continuar a beber o meu 1,5 l de água diário :)

    ResponderEliminar
  7. Eu admito que nem bebo 1l... Mas realmente, em qe ficamos? =P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Na dúvida, é beber, digo eu com os nervos :))

    ResponderEliminar
  9. Aqui há uns meses ouvi um médico dizer o mesmo na TV.
    Um abraço e dias felizes

    ResponderEliminar
  10. My cherrie (desculpa lá a expressão, deu-me para começar assim):
    Deves fazer o que o corpo te manda. JAMAIS forçar-lhe seja o que for.
    Acredito que água a mais estrague os rins sim. Já diz a expressão: o truque é a moderação. Tudo o que é em EXAGERO faz mal. TU-DO, incluindo água.

    Dito isto, não faço ideia quanta bebo ao dia, porque estou sempre a encher a pequena garrafinha de 50ml. Mas sou capaz de ingerir o mesmo. Sempre o fiz, por sentir vontade, nunca por motivos de desejar emagrecer. E por isso posso dizer que, por vezes, mesmo sentindo vontade, parece-me que ela me "cai mal". Portanto, acho que devo começar a beber vinho de vez em quando, rss!
    Abraços

    ResponderEliminar
  11. Queres um conselho? Bebe para esquecer a controvérsia: água!

    ResponderEliminar
  12. Cada um com a sua teoria e uma pessoa fica toda baralhada.

    ResponderEliminar
  13. Não há receita fixa... porque há pessoas que precisam de mais ou menos água mas o "normal" é 1,5L

    ResponderEliminar
  14. A sério? Não ouvi, mas já me faz lembrar a "saga das sardinhas". A determinada altura, faziam muito mal ao colesterol, afinal agora são o máximo para prevenir o dito!
    Não se entende nada disto

    ResponderEliminar
  15. Uma das minhas resoluções para o novo ano é começar a beber mais água, mas eu bebo mesmo pouca..

    ResponderEliminar