Qual o grau de dificuldade???

terça-feira, 22 de dezembro de 2015
Qual o grau de dificuldade que apresenta a interpretação da expressão "Pela mesma ordem!"???
Para mim nenhum, mas o que me acontece, com frequência, e hoje aconteceu, é que quando estou na fila da caixa de uma superfície comercial e abrem a caixa do lado e mandam passar "Pela mesma ordem!" à caixa do lado, há sempre alguém que estava lá mais atrás que se chega logo à frente com uma rapidez imprevista, daí que começo a pensar que sou eu que não sei interpretar a expressão...

15 comentários

  1. Desde Alemanha, venho deixar um beijinho especial para ti e todos os teus.

    Festas felizes

    ResponderEliminar
  2. As velhas então, são terríveis. Podem ter reumático, podem já ter tido 50 AVC's, mas quando toca a passar à frente, são sempre as primeiras. xD

    ResponderEliminar
  3. É um facto. As pessoas não entendem mesmo.
    E às vezes ainda levam a mal por lhes chamares à atenção.. lol

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Completamente! Da última vez que isso aconteceu veio a mulher que estava atrás de mim na fila lançada literalmente a correr para ficar à minha frente, acho uma tristeza!
    Bj S

    ResponderEliminar
  5. Acontece-me isso inúmeras vezes, é uma tremenda falta de educação, enfim...

    ResponderEliminar
  6. A falta de civismo anda por aí solta.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Para algumas pessoas deve ser mesmo complicado perceber o significado dessa expressão --'

    ResponderEliminar
  8. Isso acontece-me imensas vezes e odeio, acho uma falta de noção e educação!

    Venus In Fleurs
    Giveaway - The Porefessional by Benefit

    ResponderEliminar
  9. Votos de um Santo Natal para si e família.

    ResponderEliminar
  10. É verdade, isso também me acontece. Muita das vezes não estou para me chatear e acabo por não chamar à atenção, mas é triste ver ao ponto que as pessoas chegam para passarem à frente...

    ResponderEliminar
  11. A última vez que isso aconteceu-me estava eu na caixa do Pingo Doce numa fila "normal" porque a prioritária estava fechada quando abriu a do lado e a senhora chamou pela ordem. Para além de não respeitarem a ordem da fila, não respeitaram o facto de estar grávida (e com uma barrigona que não enganava ninguém)!

    Feliz Natal.

    ResponderEliminar
  12. Eu não consigo ficar calada. Já me fizeram isso, uma senhora já nos seus 40s e o seu esposo, todos dondocas.. chegada à caixa eu disse "desculpe mas eu estava primeiro".
    Senhora: "não estava não".
    Eu: olhe desculpe mas eu estava à sua frente, de tal forma que a senhora até correu para me ultrapassar. É uma falta de respeito. (eu estava com o meu filho, bebé, nos braços).
    Senhora dondoca e com a mania a gritar: Eu nunca fiz uma coisa dessas, ouviste X?! O que ela está a dizer que eu fiz?
    Marido da senhora: "está calada."

    E, pronto. Não tenho jeito para "comer e calar".
    Já mais recentemente numa fila para a restauração num centro comercial, vem também um casal assim do género, ele nos seus 60s claramente rico, ela nos seus 40s claramente manienta e começam a meter-se "como quem não quer a coisa" à minha frente. Quando o senhor chamou o próximo eles iam meter-se a pedir e eu disse alto e bom som que eu tinha chegado primeiro e que era uma falta de educação tremenda o que eles estavam a fazer...

    Eu sei que ficam todos a olhar, eu fico extremamente constrangida e envergonhada por o fazer (sou timida por natureza) mas fartei-me de ser calcada. Se cheguei primeiro, se me faltam ao respeito e têm demosntrações de falta de educação para comigo porque raio tenho de os suportar e aceitar? Não, comigo não. E o engraçado é que primeiro vêm sempre com o ar de superioridade... para mim são os piores.

    Ps: para terminar uma das piores que me fizeram foi, havendo escadas rolantes, estando eu com um carrinho de bebé, sendo que fui a primeira a chegar aos elevadores, veio um grupo de "tias" (senhoras entre os 40s e os 60s - para mim as pessoas mais mal educadas rondam esta faixa etária) e passaram-me todas à frente, todas. Ficaram 2 rapazes nos seus 20 anos, os únicos que me respeitaram, a olhar para mim embasbacados e um deles perguntou "mas isto é assim?!". Nessa altura eu era muito pacífica, depois consoante a maternidade foi avançado fiquei cada vez menos com paciência para esse tipo de pessoas.
    Quem quer ser respeitado que se dê ao respeito.

    ResponderEliminar