É muito, muito bom...

Muito, muito bom é passares dois anos da tua vida num inferno porque trabalhas numa área que detestas, porque o que gostas mesmo é de trabalhar na área criminal, e, para fugires ao detestável, passares a trabalhar numa área que gostas mais (e que é a única que te permite ficar perto de casa), mas na qual nunca trabalhaste muito a sério e, ao fim de dois meses e meio, descobrires, que, afinal, a tua paixão não é a área criminal. É a intervenção na área da família e das crianças.
Muito grata à vida por me ter levado a descobrir, aos 43 anos, a minha verdadeira realização profissional. Só voltarei ao criminal, certamente, por questões logísticas que, eventualmente venham a surgir.

11 comentários

  1. Que bom! É fantástico trabalhar no que amamos.

    ResponderEliminar
  2. Que bom. Não há nada melhor do que nos sentirmos realizadas profissionalmente.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  3. Que bom que estás feliz! Pois nessa área tenho a certeza que nunca te faltará o trabalho, como bem sabemos

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. "Faz o que gostas e não trabalharás um dia da tua vida". É mais ou menos isto que diz o ditado, não é?
    Deve ser mesmo bom estar nessa situação! :)

    ResponderEliminar
  5. antes tarde que nunca Maria :D ainda bem que assim é!

    ResponderEliminar
  6. Que bom, que bom!!!! Às vezes a vida conduz-nos para o "caminho certo" :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Estamos sempre a tempo de encontrar aquilo que nos faz felizes!

    ResponderEliminar
  8. É muito bom trabalhar naquilo que gostamos.

    ResponderEliminar
  9. É um sonho trabalhar no que nos faz felizes! Boa sorte

    ResponderEliminar