Sem história...

segunda-feira, 21 de novembro de 2016
Confesso que não entendo tanto frenesim à volta do livro da Cristina Ferreira e das revelações que fez. Pôr nas livrarias um livro sobre a sua vida qualquer um faz, até a Dolores Aveiro o fez.
Dizer que foi vítima de assédio sexual não é nada de escandaloso. Se foi ou não foi, não sei. Se foi não me espanto, tendo em conta o meio em que se move. Se não foi e o diz, não me espanta tendo em conta a finalidade do livro: vender.
Quem me segue, sabe que não simpatizo particularmente com ela, sobretudo na sua forma de estar e agir em televisão. Mas reconheço-lhe valor. Tem obra.
Quanto ao livro... e ao frenesim, volto a dizer, é uma coisa sem sumo, sem história. Não pretendo gastar nem um cêntimo com o mesmo.

11 comentários

  1. Eu gosto de a ver em televisão e não lhe tiro o mérito ...a Cristina hoje é uma marca que vende muito...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Não sou fã dela nem do estilo, mas reconheço-lhe mérito e trabalho!

    ResponderEliminar
  3. Ligo-lhe tanto que nem sabia que tinha um livro.
    Um abraço e boa semana

    ResponderEliminar
  4. Pode não espantar mas está errado acontecer, seja em que meio for! POde não espantar mas não nos devia ser indiferente. Afinal há uma nova geração de mulheres que vai continuar a ser assediada e o nosso modo de estar perante isso não devia ser "É normal", não devia ser normal!!!!! Mulher ou rapariga nenhuma devia ter de passar por isso.
    Ela escrever um livro sem sumo não sei, não li, não pretendo ler, não sou fã dela mas ela tem tido sucesso porque trabalha por isso e isso reconheço-lhe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que é errado acontecer. Não ponho isso em causa. O que me enerva é as pessoas dizerem que ela inventou insto ou aquilo, quando o meio em que se insere é um meio onde facilmente acontecem, infelizmente, com alguma facilidade, esse tipo de situações.

      Eliminar
    2. Sim, sem dúvida que ela não precisa de inventar quando é um meio, infelizmente, propício...

      Eliminar
  5. És tu e eu.
    Não é que não goste dela, mas gastar dinheiro a comprar um livro para saber a vida dos famoso? Deus me livre.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Não gasto dinheiro nesse tipo de livros... Confesso que comprei em tempos uma revista dela por mera curiosidade. Esta semana, em arrumações encontrei a revista e pensei "nunca cheguei sequer a ler isto" e pronto, muito interessante que se mostrou! LOOL

    ResponderEliminar
  7. Reconheço-lhe o esforço e a capacidade de trabalho. Quanto aos aspetos que foram publicitados, apesar de serem muito graves servem para vender, foram "apenas" marketing. Aposto que lido o livro ficaríamos com a ideia que a montanha pariu um rato.
    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Gosto dela porque é uma batalhadora! No entanto, não vou comprar o livro! Há tantos que prefiro ter na minha biblioteca pessoal...

    ResponderEliminar