Não sei o que pensar...

segunda-feira, 6 de março de 2017
Desde que me conheço que adoro animais.
Um dos meus grandes desgostos em criança residia na circunstância de os meus pais não terem sensibilidade para os mesmos e não me permitirem ter um gato ou um cão, não por causa de qualquer questão monetária, mas pela prisão que implicavam e por preferirem não se afeiçoar a nenhum para depois sofrer com alguma doença ou morte.
Assim, logo que tive a minha casa (ainda solteira), tratei de me rodear de patudos, com especial predilecção pelos gatos...
Um dos meus maiores orgulhos está no facto de as minhas filhas sentirem como eu e serem absolutamente vidradas por toda a bicharada.
Neste momento, temos uma gata e umas dezenas de peixes, num aquário gigantesco. Pensamos, dentro em breve ir buscar um cachorrinho a um canil.
Qualquer patudo que connosco viva será um de nós, em todos os aspectos. O que significa que terá, devidamente adaptados, os mesmos cuidados de saúde, alimentação e conforto que qualquer um de nós. Nem poderia ser de outra forma.
No entanto, confesso-vos que, a propósito disto tenho pensado imenso. Faço parte de alguns grupos de amigos de animais e fico muitas vezes espantada com as coisas que por ali se discutem. Não se discutem cuidados básicos ou essenciais, alimentação saudável para os bicharocos ou afins. Mas sim, alimentação de topo, marcas xpto, das quais nunca ouvi falar. Os animais que tenho tido, tal como nós, têm-se adaptado a todas as nossas circunstâncias económicas. Confesso que, se aproveito as promoções nos supermercados, para, dentro de um certo parâmetro de qualidade, comprar a nossa alimentação, o mesmo o faço e farei para os meus patudos.
Bem sei que não posso salvar o mundo. Bem sei que, tal como nós, os patudos têm sentimentos. Bem sei que não se devem por as coisas no mesmo patamar.
Contudo, sempre que leio essas discussões e vejo pessoas a gabarem-se que os seus patudos só comem a marca x ou y, tenho uma vontade imensa de, sem palavras, deixar no meio de tais discussões, imagens como estas:
Pronto, e agora, venham daí essas pedras...Mas há coisas que não me entram na cabeça!

14 comentários

  1. Não sou eu quem lhe vai atirar pedras.
    Aquelas imagens são horríveis!!
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Bom dia amiga!
    Realmente, tu no final disseste tudo. Os animais são importantes na vida das pessoas.Mas tal como fazemos para "nós" que, aproveitamos promoções, para os animais faz-se o mesmo. É normal. O Dizerem que lhe dão o melhor, tendo em conta as marca, para mim, não faz deles melhores tratadores. ((E agora vou usar outra expressão: É tal e qual como, a um filho comprar apenas coisas de marca e não saber educar e impor regras, e fazê-los sentir a dificuldade)) Se bem me entendes.
    Que adianta marcas xpto, se depois faltar o carinho?

    [Realmente existem pessoas se esquecem que mais importante das marcas de comida para cães estão crianças que nem água em condições têm para beber] Por incrível que pareça, quando Bia se faz esquisita, tenho elucidá-la destes casos.

    Queria ter um cão, mas da maneira que as coisas estão agora, nem em atrevo.

    Desculpa se falei muito e não disse nada.

    Beijo e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  3. Por aqui ... não se fala de marcas!
    Tive 17 anos uma rafeira que alegrou minha vida e me acompanhou sempre! Comia de tudo pois era bem gulosa!
    Já tive peixes num enorme aquário e agora aves que meu pai adorava!
    Não tenho gatos mas os vizinhos têm e para mim é um tormento pois adoram estragar nossas culturas!
    ...
    Quanto aos seus olhares não podemos mudar mundo mas fazer a diferença junto de quem nos rodeia!
    Bj

    ResponderEliminar
  4. Eu não sou extremista nem entro nessas guerras. Acredito que cada um deve fazer o que puder/quiser/achar melhor para os seus bichos. Recentemente tenho lido alguns textos a criticar a ração seca para os animais, e a defender alimentação preparada e cozinhada com alimentos como os nossos. Mais uma vez, não entro nessas discussões.

    Eu só dou Royal Canin ao meu gato. É o que eu acho que é o melhor, e é o que muitos veterinários recomendam. Compro online, aproveitando sempre as promoções. Sai-me a cerca de 10€ por mês o que acho que é um preço perfeitamente razoável para garantir que o meu gato tem aquilo que eu acho que é o melhor para ele e que a médio/longo prazo pode ter um grande impacto na sua saúde.

    Mas esta é a minha opção. Não é a melhor. Não é a única. Nem eu gosto mais ou menos do meu gato por lhe dar X ou Y. Cada um faz o que quer e ninguém tem nada com isso :)

    ResponderEliminar
  5. Completamente de acordo. Adoro animais (especialmente gatos, tb) mas haja peso e medida!

    ResponderEliminar
  6. É preciso haver coerência e sensibilidade.

    ResponderEliminar
  7. Se os animais fazem isso é porque os donos os habituam. Eles não precisam de comer apenas isto ou aquilo para serem bem tratados...

    ResponderEliminar
  8. Sim, os animais são lindos, e amo muito eles, mas comprar tantas coisas caras assim para eles, acho por demais! Tanta gente falta o que comer e o que beber na vida, o post é super correto e concordo em tudo que dissestes.
    Beijos e uma semana maravilhosa!
    DMULHERES@_sheylaxavierFanpage

    ResponderEliminar
  9. Sim, tens toda a razão.
    Nem é preciso dizer mais nada porque é isso mesmo.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  10. Triste essa vida de quem usa os bichinhos como (mais) uma via de status social. Concordo plenamente com você!

    Um beijo! Não Me Mande Flores

    ResponderEliminar
  11. Eu já nem sei o que pensar. Antigamente dava ração mais barata e comida de casa e eles viviam muitos anos, mas parece-me que quanto mais "paneleirices" temos pior é. Eu nem me quero lembrar do dinheiro que gastei em ração especifica para insuficiência renal para no final não ter feito nada, pelo contrário, acho que só agravou o emagrecimento repentino do meu labrador, fez com que perdesse o apetite de vez. Mau, mau é passar fome.
    Já estou como o outro, só sei que nada sei.

    ResponderEliminar
  12. Completamente de acordo. Não retiro uma vírgula. E eu também adoro animais e tenho um patudo cá em casa vai fazer 14 anos.

    ResponderEliminar