Valha-me Deus!

segunda-feira, 12 de junho de 2017
Bem sei que com a pressa de escrever, muitas vezes escrevo com gralhas, com erros de pontuação ou mesmo erros ortográficos. Não tenho a presunção de saber escrever lindamente. Além do mais, a maior parte das vezes, os textos que aqui escrevo não são sujeitos a revisão, tanta é a pressa em fazer uma montanha de coisas.
Mas, meus amigos, se alguém vem e me corrige, aceito as correcções e reescrevo. Não escrevo de acordo com o desacordo ortográfico e penso que nem com uma arma apontada à cabeça o farei.
O que me faz comichão é ver em certos sites "pseudo" informativos, cujos textos deveriam ser escritos por pessoas com formação em termos linguísticos e, acima de tudo, por pessoas particularmente atentas, pérolas como a que se segue:


É óbvio que estamos perante uma notícia pouco relevante. Mas, ainda assim, custa-me que três dias depois de, nos comentários, alguém ter chamado a atenção, ainda nada tenha sido alterado.
Isto só me lembra a senhora que trabalhava lá na casa da paróquia da minha terra natal, que, quando juntamos dinheiro para comprar um sofá novo para a sala do senhor padre, não se cansava de dizer "Este sofá sempre é outra comunidade!".
Valha-me Deus! Estamos entregues.



13 comentários

  1. É péssimo que estas coisas aconteçam no jornalismo...
    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
  2. Estes erros são mais difíceis de aceitar. Os outros de que fala não me incomodam. Por vezes escrevemos no telemóvel, no tablet, à pressa... mas há pessoas que gostam mesmo de corrigir apenas porque se sentem superiores, sei lá. ☺☺☺☺

    ResponderEliminar
  3. Errar é humano. Não corrigir o erro é estupidez.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. O que eu gosto de "comunidades"!!
    Em casa, no gabinete, em férias, sem "comunidades" é uma chatice! :)))
    Boa semana (com todas as "comunidades", obviamente)

    ResponderEliminar
  5. Há pessoas que não aceitam ser corrigidas, ainda que o que estejam a escrever ou dizer seja a maior barbaridade...

    ResponderEliminar
  6. ahaha
    A mim lembra-me alguém que dizia "estas luzes à noite fazem-me uma compressão"! :D

    ResponderEliminar
  7. Há quem não ligue aos erros ou falhas :-)

    Beijo e uma excelente semana

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  8. Errar não é mau. Péssimo é não assumir o erro. É pena que este seja o estado de algum do jornalismo nacional...

    ResponderEliminar
  9. Eu também não gosto de erros, também erro e agradeço que mos corrijam, mas fartei-me de rir agora =P

    Beijocas

    ResponderEliminar
  10. :) ter comumidades deve ser ainda melhor :)
    agora passei também para deixar a ideia - não gostaria de te inscrever no próximo encontro de bloggers, vai ser em Lisboa, no dia 8 de Outubro, vou deixar o link http://opactoportugues.blogspot.pt/2017/06/6-encontro-de-bloggers-8-de-outubro-de.html
    um beijinho e uma boa semana
    Gábi

    ResponderEliminar
  11. Erros todos cometemos, mas é importante assumir que se errou e corrigir. Escrever bem devia ser um cuidado de todos, mais ainda mais daqueles que comunicam através das palavras escritas, porque quer queiram, quer não queiram, são um exemplo para quem lê

    ResponderEliminar
  12. É péssimo quando erramos mas é ainda pior quando não alteramos o erro quando nos chamam a atenção!

    A Marca da Marta

    ResponderEliminar
  13. Erros todos cometemos, mas ser avisado do erro e não corrigir é ser estúpido.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar