domingo, 23 de abril de 2017

Enerva-me tanto!

Já o disse aqui milhões, quiçá triliões de vezes que sou católica. No próximo Sábado inicio a minha primeira peregrinação a Fátima a pé com umas amigas. Quinze dia depois, se a minha vida proporcionar irei ver o Papa Francisco.
Sou uma pessoa com muito sentido de humor e mente aberta. Tal como quase todas as pessoas que acreditam em Fátima, acho que se faz uma exploração comercial do local exageradíssima, mas não deixo de comprar uns "recuerdos".
No entanto, estou exausta, irritada, com a loucura de exploração que se tem vindo a fazer com a vinda do Papa Francisco e, agora, ainda mais com a canonização dos pastorinhos.
Em tudo quanto é canto há indicações disto e daquilo para comprar para fazer uma melhor peregrinação, camisolas, pins, porta-chaves e o diabo a quatro. 
Até acho graça a ilustrações que se fazem com temas religiosos para miúdos e graúdos. Mas, coisas como estas, que acho engraçadas do ponto de vista gráfico, enervam-me pela exploração que significam. Daqui




22 comentários:

  1. Sempre se fez exploração da fé, mas em anos de visitas papal a coisa piora imenso.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  2. R. Na altura vi no cinema já à imenso tempo, mas lembrei-me fazer o post agora xD

    ResponderEliminar
  3. Assim parece um bocadinho de mais, sim
    um beijinho e uma boa semana
    Gábi

    ResponderEliminar
  4. Concordo com o que escreveste.
    E, infelizmente, acho que a fé deixou de ser algo abstrato e muito sentimental, que vive nos corações de quem a pratica. Algo a que nos dá esperança e desprendida de qualquer interesse.
    Fui ensinada e pratiquei a religião católica. Atualmente, não faço grande parte das coisas que fazia em adolescente, apenas deixei em mim a fé e energia especial que os locais sagrados me oferecem. Há uns tempos, conversava com uma colega iraniana acerca da religião e ela disse-me que a fé e as religiões têm todos os meus valores de base, agora a forma como as pessoas os manipulam é que torna a religião, e a vivência da mesma, diferentes para as pessoas. Ainda partilhei com ela a minha posição em relação à fé e à religião e a forma como eu preferia ver as coisas. Ela disse-me que daquilo que eu lhe dizia no momento e do que conhecia de mim, achava que eu era uma pessoa muito espiritual. Ela não era muçulmana, seguia uma religião (que agora não me lembro do nome) muito virada para questões humanistas. Eu também a achei uma pessoa espiritual.

    ResponderEliminar
  5. Eu gostava tanto de ir a pé... Este ano era para ser, mas infelizmente não consegui.
    Mas não vou desistir.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Chegou-se a um ponto de pura falta de vergonha.
    Muito triste.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  7. É bem verdade....é uma exploração desmedida.....mas se pensarmos bem, ele existe porque, as pessoas que aceitam essa exploração...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  8. Sgue tua fé e não importa os outros!
    Beijos e uma excelente semana!
    DMulheresInstagramFanpage

    ResponderEliminar
  9. Sim! É realmente pena que façam do momento um verdadeiro comercio. É uma exagero!!

    Beijos e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  10. Obrigado :D

    Não poderia estar mais de acordo!!! Há muito MKT à mistura somente com o intuito de vender. Não se pretende isso!

    NEW TIPS POST | Acaba JÁ com o FRIZZ do cabelo :o
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  11. Uma exploração que não se compreende mesmo mas o consumismo fala mais alto!!!bj

    ResponderEliminar
  12. Realmente há muita exploração à volta de Fátima. Por um lado compreendo, é o ganha pão de muitos habitantes da zona. Por outro lado acho que em muitos casos deixa de ser um negócio honesta para ser quase um roubo (embora paga quem quer).
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Vergonhoso! Eu até diria que é anti-católico toda esta exploração.
    Noutra nota, és uma corajosa em fazer a peregrinação a pé. Força!


    Ms. Telita | Telita LifeStyleFacebookinstagram

    • novo grupo para divulgação de blogs: blogs Lifestyle Portugal

    ResponderEliminar
  14. Fátima, infeizmente é sempre um meio de exploração tremendo. Faz-me imensa confusão que se tente aproveitar da fé das pessoas para ganhar dinheiro.
    Este ano a coisa está incomparável.
    O consumismo fala mais alto.!

    ResponderEliminar
  15. E os alojamentos??? Deus que roubalheira, que exploração e pior... enganam as pessoas. Vivo no Entroncamento e já vi por aqui quartos a alugar a um preço absurdo e vendem-nos na net como se Fátima fosse " já ali" uma vergonha.

    ResponderEliminar
  16. O dinheiro controla tudo, infelizmente.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. As ideias surgem como tentativa de fazer dinheiro, mas a verdade é que as pessoas compram e deixam-se ir na conversa. Como se esses acessorios aumentassem a fé de cada um. Agora lembro-me de uma lata que está ou esteve à venda de "ar de fatima" por favor... :))))

    ResponderEliminar
  18. Tudo é uma oportunidade de negócio e esta é mais uma. Detesto quando se aproveitam seja de que situação for. Isto então é um exagero, absurdo mesmo.

    ResponderEliminar