Pela primeira vez!

O nosso ex primeiro ministro, Pedro Passos Coelho,  foi uma pessoa em relação à qual estive sempre (ou quase) em total desacordo...Enquanto exerceu funções e depois de tal exercício. Nesta última fase sempre achei disparatados os comentários que fazia, quer porque o eram em si disparatados, quer porque contradiziam posições tomadas enquanto governante.
No entanto, para tudo há uma primeira vez...e hoje foi a primeira vez em que concordei com uma posição assumida por ele.
Apesar de gostar muito de futebol, e de saber que existem pessoas que são absolutamente fanáticas, não creio que, de forma alguma, a existência de jogos de futebol em dias de eleições faça aumentar a abstenção. Na minha opinião, pessoas que acham que têm de cumprir o seu dever cívico (como eu, nem que seja voltar em branco ou de forma nula), não vão deixar de o fazer por quererem assistir a um jogo de futebol...as urnas estão abertas muitas horas e um jogo de futebol dura cerca de uma hora e meia a duas horas.
Penso que proibir a realização de eventos desportivos em dias de ida às urnas é, como disse Passos Coelho, passar um atestado de menoridade às pessoas.
Talvez os políticos devessem pensar que, quem não vota, não o faz porque tem de ir a um jogo de futebol, mas sim porque está-se pouco importando para os resultados, nomeadamente, porque seja do partido A ou do partido B, os políticos, depois de serem eleitos, tendem a ser todos mais ou menos idênticos.


10 comentários

  1. Salvo raras exceções em que lhes é completamente impossível, a maior das pessoas não vota porque não quer; porque não se quer dar ao trabalho de sair de casa, ou porque prefere realizar outro tipo de atividades. Afirmar que marcar eventos desportivos para o dia das eleições contribui para a abstenção é tentar tapar o sol com a peneira. Neste caso, também tenho que concordar com o Passos Coelho!

    ResponderEliminar
  2. Essa do futebol e das eleições é absolutamente ridícula.
    Tenham a coragem de tornar o voto obrigatório e deixem-se de parvoíces.

    ResponderEliminar
  3. É como diz a Andreia, para quem não pode mesmo votar é uma coisa mas a realidade é que as pessoas que não votam é porque não querem votar, não por causa do futebol.

    ResponderEliminar
  4. Concordo totalmente contigo!
    Enfim, lool Como se algum dia o futebol impedisse. :-)

    Beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  5. Concordo ! E essa gente já pensou que se calhar alguma d taxa de abstinência se deve aqueles que trabalham o dia inteiro nesses dias? -_-

    ResponderEliminar
  6. Não podia concordar mais com o que disseste! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. É que o problema é mesmo esse. Nada tem a haver com o foottball. E mesmo é porque as coisas não mudam, mas claro, se nunca forem votar, nunca mudarão mesmo.

    Eu este ano, infelizmente, não vou, porque não vou estar cá.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Não. :( ... É uma medida importantíssima, fundamental, muito oportuna e muito rapidamente decidida !
    Aposto que se conseguirá que mais umas 4 ou 5 pessoas possam ir votar e isso fará toda a diferença !

    ResponderEliminar